Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Nasceu o Salvador

 E Deus realizou Sua vontade. Movido por divinal inspiração, o Supremo Criador moldou o Seu filho em carne e osso e concedeu a uma Virgem Santa o privilégio de gerá-Lo. 

Nasceu o Salvador


Foi numa bela noite de dezembro, colorida por estrelas faiscantes, entre as quais uma se destacava por seu brilho singular. Num estábulo, vinha ao mundo Aquele cuja missão era salvar do mal toda a humanidade.


Colocado numa modesta manjedoura, Ele, recém-nascido, sorria. E Seu sorriso era de paz, de amor, de fraternidade. Era o prenúncio de que dias melhores e mais justos estariam por vir. E Ele, o Filho de Deus feito homem, seria o realizador dessa missão evangelizadora que mudaria os destinos da pecadora raça.


O Menino-Deus, Aquele cuja sina era distribuir amor, paz e justiça, nascia na pequenina Belém, entre o aconchego terno dos pais e aquecido pela respiração morna dos ruminantes.


Naquela noite, a Noite da Natividade, nascia o Salvador do Mundo. Aquele que, no vigor dos seus 33 anos, seria estupidamente condenado e morto por seu próprio povo. Aquele que morreu para redimir toda a humanidade.


Estamos em pleno Natal. Comemorando o nascimento do Cristo, nessa data tão significativa para a Cristandade, há entre todos uma aura de fraternidade, que nos envolve e nos faz pensar no próximo, naquela pessoa que ignoramos durante todo o ano e que, no Natal, dirigimos-lhe um sorriso franco e um abraço acolhedor.


É Natal. E o mundo em festa comemora essa data. Esquecemos, então, do ódio, das desavenças, de todos os sentimentos mesquinhos que permeiam a nossa humana raça, e, orando a Deus, tentamos nos encontrar com nosso irmão Jesus, Filho de Deus.


Aproveitando o ensejo, desejo aos leitores amigos, que durante todo o ano acompanharam as minhas crônicas, os mais sinceros votos de Boas-Festas, com um Natal feliz e um Ano Novo repleto de paz, amor e fraternidade!



ROBERTO FORTES

ROBERTO FORTES, escritor e poeta, é licenciado em Letras e autor do livro de contos “O Tucano de Ouro - Crônicas da Jureia” (2012), além de centenas de crônicas e artigos publicados na imprensa do Vale do Ribeira.  E-mail: robertofortes@uol.com.br


(Direitos Reservados. O Autor autoriza a transcrição total ou parcial deste texto com a devida citação dos créditos).


Confira todas as crônicas do Alfarrábios


Postar um comentário

0 Comentários