Receba Grátis Noticias do Vale do Ribeira.

.

3 de maio de 2016
Vale Fertilizantes realiza 12ª edição do Prêmio Melhores Transportadoras
,
Vale Fertilizantes realiza 12ª edição do Prêmio Melhores Transportadoras

Iniciativa prestigia companhias que transportam produtos para a empresa em todo o País

Vale Fertilizantes realizou, em Uberaba, a 12ª edição do Prêmio Melhores Transportadoras. O prêmio reconhece as empresas que foram destaque no cumprimento de diversos critérios e requisitos, como saúde, boa execução dos serviços, preocupação com requisitos de segurança, treinamento e capacitação dos motoristas, assim como a manutenção da frota e meio ambiente.

Nesta edição foram avaliadas 14 empresas que prestam serviços de transportes para a Vale Fertilizantes, que foram agraciadas em duas categorias. A Montina Transportes levou o prêmio na categoria 'Carga Sólida' e a Transportadora Contatto, na categoria 'Carga Liquida'. As empresas IC Transportes e Videira Transportes Rodoviários ocuparam a segunda posição na premiação, respectivamente.

Segundo o gerente de Logística e Planejamento e Controle de Produção, Renato Saleme, a iniciativa reforça o compromisso da Vale Fertilizantes de estender aos prestadores de serviços os valores de nossa empresa. “O prêmio estimula a cultura de melhoria contínua no processo e na segurança do transporte rodoviário e contribui para a propagação dos nossos valores junto aos parceiros. Os resultados observados ao longo das edições têm marcado uma grande evolução no cumprimento aos requisitos de saúde, segurança e meio ambiente”, afirma.

Desde a sua criação, em 2004, a iniciativa reúne os representantes das transportadoras para compartilhar as boas práticas do ano anterior, com o objetivo de disseminar ações que asseguram maior qualidade e segurança às operações de transporte.
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas
,

Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas

No Solo, o primeiro lugar ficou para o registrense Wallyson. Concurso é uma realização da Prefeitura de Registro por meio da Secretaria de Cultura, Lazer e Turismo, com apoio da ACER

Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas

Há 44 anos é assim: os melhores violeiros da região se reúnem em Registro no Dia do Trabalhador para participar da Roda de Violeiros ‘Fermínio Gonçalves de Freitas’. Na edição deste ano, o tradicional concurso contou com a participação de 15 duplas, 11 músicos na categoria Solo, um trio e outras quatro apresentações livres. O palco da sede social da ACER foi especialmente decorado para receber os violeiros.

Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas

Com o cenário do Conjunto Arquitetônico do K.K.K.K., o Prefeito Gilson Fantin fez a entrega da premiação aos primeiros colocados. Luiz Henrique e Juliano foram os campeões na categoria Duplas, seguidos por Sandra e Sandro em segundo e Carlos Alberto e Sesary, em terceiro lugar. Na categoria Solo, o vencedor foi Wallyson, que repetiu o feito de 2014, quando também venceu a Roda de Violeiros. Em segundo lugar ficou Moreira da Viola e, em terceiro, Fran Linhares. Moisés e Nascimento foram eleitos os melhores intérpretes.

Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas


A abertura do evento contou com a apresentação especial da Banda Municipal de Registro, sob a regência do Maestro Adriano Maciel. Cerca de 3 mil pessoas lotaram a sede social da ACER para prestigiar os violeiros e participar do sorteio das 44 cestas básicas. 

Luiz Henrique e Juliano vencem 44ª Roda de Violeiros de Registro-SP na categoria duplas

A 44ª Roda de Violeiros foi uma realização da Prefeitura de Registro por meio da Secretaria de Cultura, Lazer e Turismo, com apoio da ACER (Associação Cultural e Esportiva de Registro).
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Juquiá comemorou a 27ª festa do Trabalhador no Bairro Cedro
,
Juquiá comemorou a 27ª festa do Trabalhador no Bairro Cedro


Um grande evento em homenagem ao Trabalhador Juquiaense foi realizado no Bairro Cedro entre os dias 29 de Abril a 1º de Maio.

No primeiro dia de evento as bandas evangélicas do município e região se apresentaram, a noite foi de muito louvor e adoração, as Igrejas Brilha Jesus, Assembléia de Deus Ministério de Santos e Setor 1, Igreja Quadrangular de Miracatu e a Assembléia de Deus do Bairro de Cedro se uniram através dos ministérios de louvor, a cantora Aline Camilo e Wagner Mamed abriram de forma brilhante as comemorações ao Dia do Trabalhador. 

Juquiá comemorou a 27ª festa do Trabalhador no Bairro Cedro

A moda de viola trouxe a música raiz no segundo dia de evento, os violeiros de Juquiá dedilharam em solo e dupla grandes sucessos abrindo o Show do cantor sertanejo Paulo Junke, que ao super no palco, agitou o publico com o som universitário, encerrando mais um dia de evento.  No domingo, o encerramento trouxe o Grupo de Dança da Vila Olímpica Dondinho sobre a coordenação da professora Silvana Gray, os alunos em belas coreografias contagiaram os milhares que prestigiavam o evento, logo após o forró tomou conta de Cedro na voz de Orlando Forrozeiro e seu tecladista, a dupla esquentou a noite fria dando encerramento a 27ª Festa do Trabalhador.

Juquiá comemorou a 27ª festa do Trabalhador no Bairro Cedro

Durante os três dia eventos foi realizada diversas atividades esportivas, sábado, o futebol entrou em campo com as equipes dos atletas da escolinha da Vila Olímpica Dondinho e os atletas de Cedro, logo em seguida os times do Ribeirão Fundo e os Veteranos de Cedro se enfrentaram em uma bela partida. Às 16 horas teve início o Torneio de Basquete. 

Juquiá comemorou a 27ª festa do Trabalhador no Bairro Cedro

No domingo logo pela manhã os times da Vila Nova, Cedro (amador), Cedro e Píuva iniciaram as atividades esportivas do dia. A tradicional corrida de pedestrianismo nas ruas de Cedro, que consagrou os campeões da festa, iniciou-se às 13 horas, os moradores locais compareceram e abrilhantaram a corrida incentivando os atletas, houve disputas de sueca e malha.

No decorrer das festividades o vereador Bibi homenageou com o Título de Cidadão Juquiaense o Pastor Zezinho e a advogada Dra. Sônia Hase, o mais antigo morador de Cedro o Sr. Joaquim Barbosa e Dona Maria Geralda também receberam das mãos do Edil placas de homenagem pelos relevantes trabalhos prestados à comunidade do Bairro.
O evento reuniu nos três dias de festa mais de 2000 pessoas, realizado pela Comissão de Eventos e o Departamento de Esportes teve o apoio da Prefeitura.


Continue lendo >> Deixe seu comentário
ETEC: INSCRIÇÕES ABERTAS PARA TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO EM CAJATI
,
ETEC INSCRIÇÕES ABERTAS PARA TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO EM CAJATI


A Escola Técnica Estadual – Centro Paula Souza está com inscrições abertas para o Vestibulinho 2º Semestre de 2016, e o município de Cajati irá oferecer o Curso Técnico de Administração.

As aulas serão oferecidas na E. M. Profª Maria da C.R. de Alcântara, localizada no bairro Vila Vitória, no período noturno, e tem um total de 35 vagas.

As inscrições seguem até às 15h do dia 11 de maio e podem ser realizadas pelo site www.vestibulinhoetec.com.br. A taxa é de R$30,00. Mais informações pelos telefones: (13) 3822-6014 / (13) 3822-5977


Veja abaixo o cronograma para os candidatos ao curso:
- De 13/04 até às 15h do dia 11/05 – inscrições do Processo Seletivo apenas pelo site;
- 14/06 – Divulgação dos locais de Exame;
- 19/06 (domingo), às 13h30 – Exame;
- 19/06 (domingo), às 18h – Divulgação do Gabarito Oficial;
- 06/07 – Divulgação da lista de Classificação Geral.

Sobre o curso: Técnico em Administração
O curso abrange, concomitantemente, habilidades específicas do curso técnico e conteúdos do Ensino Médio, bus­cando a interdisciplinaridade. O objetivo é oferecer a jovens e adultos trabalhadores oportunidades de escolariza­ção que além a educação básica em nível médio e à educação profissional, com desenvolvimento de competências e habilidades que propiciem a formação integral do aluno como cidadão e como profissional de qualidade.

O TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO é o profissional que adota postura ética na execução da rotina administrativa, na elaboração do planejamento da produção e materiais, recursos humanos, financeiros e mercadológicos. Realiza atividades de controles e auxilia nos processos de direção utilizando ferramentas da informática básica. Fomenta ideias e práticas empreendedoras. Desempenha suas atividades observando as normas de segurança, saúde e higiene do trabalho, bem como as de preservação ambiental. Tem como possível futuro mercado de trabalho as instituições públicas, privadas e do terceiro setor.

Pré-Requisitos:
- Para candidato que concluiu ou está cursando o Ensino Médio regular: possuir Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou declaração que está matriculado na 2ª ou 3ª série do Ensino Médio;

- Para candidato que tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM: possuir certificado ou declaração de conclusão do Ensino Médio expedido por órgão competente. 
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Campanha de vacinação contra H1N1 será retomada a partir de amanhã em Iguape
,
Campanha de vacinação contra H1N1 será retomada a partir de amanhã em Iguape

A Vigilância Epidemiológica de Iguape informa a toda a população que o Estado liberou hoje uma nova quantidade de vacina contra H1N1, o lote com 2.500 doses chegará ao município no final da tarde, portanto a partir de amanhã (04), a campanha contra influenza será retomada.

A vacinação acontecerá em todos os ESFs, zona rural e Unidade Mista de Saúde, das 8h às 16h, devido à alta procura pela vacina, responsáveis pela vigilância ressaltam a importância da população chegar cedo aos pontos de vacinação.

Neste primeiro momento a vacinação atingirá apenas os grupos prioritários (crianças de 6 meses a menores de 5 anos; idosos; gestantes; puérperas; indivíduos com comorbidades – cardiopatas, diabéticos, com problemas respiratórios, entre outros), a partir do dia 9 de maio a vacinação será aberta para a população em geral.

Vale ressaltar que a falta de vacina é uma situação enfrentada em todo o Estado de São Paulo.

Assessoria de Imprensa/PMI
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Secretaria de Assistência abre inscrições para a 4ª edição da Oficina de Fotografia em Registro-SP
,
Secretaria de Assistência abre inscrições para a 4ª edição da Oficina de Fotografia em Registro-SP

Interessados em fazer o curso gratuito devem se inscrever até o dia 18 de maio

A procura pelo Projeto Fatos & Fatos com a fotógrafa Lê Murata tem sido tão grande que a Secretaria Municipal de Assistência, Desenvolvimento Social e Economia Solidária de Registro realizará a 4ª edição da oficina. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de maio na sede da Secretaria.

Serão dez encontros, de segunda à sexta-feira, das 19 às 21h, abordando os seguintes temas: A história da fotografia, Grandes fotógrafos, Áreas de atuação na fotografia, O que é exposição, abertura de diafragma e tempo de exposição, ISO, Balanço de branco, Foco e profundidade de campo e Distância focal, Composição fotográfica, Regras fotográficas, e Organização de uma exposição fotográfica.

Para participar, os interessados deverão ter concluído o ensino médio e trazer o seu próprio equipamento fotográfico: DSLR, SLR, câmera compacta ou celular smartphone (IOS ou Android). O objetivo da oficina é fortalecer a inclusão social através da arte da fotografia, valorizando a autoestima e instigando o empreendedorismo e futura geração de renda.

FOTÓGRAFA - Letícia Murata iniciou na arte da fotografia em 2008, quando ainda morava no Japão. Tudo que aprendeu foi de maneira autodidata; tentando, errando e acertando. Depois de se profissionalizar, e até hoje, ela faz diversos workshops com fotógrafos renomados nos ramos em que atua.

SERVIÇO – A Secretaria de Assistência, Desenvolvimento Social e Economia Solidária fica na Rua José Antônio de Campos, 121 - Centro. Telefone: 3828-2050 (Marcela/Elaine).
Continue lendo >> Deixe seu comentário
2 de maio de 2016
Prefeitura de Registro-SP amplia aulas de ballet para o período da manhã
,
Prefeitura de Registro-SP amplia aulas de ballet para o período da manhã

Escolinha é voltada para meninas com idade entre 4 e 17 anos. Os pais podem fazer a inscrição na Secretaria de Esportes

Devido à grande procura, a Secretaria de Esportes da Prefeitura de Registro ampliou as aulas de ballet para o período da manhã. As aulas voltadas para meninas com idades entre 4 e 17 anos serão realizadas às quartas e sextas-feiras, das 9h30 às 10h30.  As inscrições podem ser feitas na Secretaria de Esportes, que funciona junto ao Centro Social Urbano. O telefone é 3821-3124.

As aulas de Ballet são feitas no Centro Social Urbano também às segundas e sextas-feiras, das 14h às 15h. A Prefeitura oferece ainda as aulas de Ginástica Rítmica, que são realizadas no Ginásio Mario Covas às terças e quintas-feiras. Das 14h às 15h para alunas com idades entre 5 a 8 anos; das 15h às 16h para alunas na faixa etária dos 9 aos 12 anos; e as aulas das 16h às 17h são voltadas para treinamento.

OUTRAS MODALIDADES

A Secretaria Municipal de Esportes mantém aulas gratuitas de 16 modalidades esportivas voltadas para crianças e adolescentes. São mais de 1.500 pessoas participando das aulas de Atletismo, Futebol, Futsal, Basquete, Taekwondo, Judô, Natação, Vôlei, Musculação, Handebol, Vôlei adaptado, Ginástica rítmica, Ballet, Skate, Xadrez e Damas. Informações sobre horários, locais e inscrições podem ser obtidas pelo telefone 3821-3124.
Continue lendo >> Deixe seu comentário
O Brasil e a questão do desarmamento nuclear
,
O Brasil e a questão do desarmamento nuclear


Luiza Elena Januário

Nos dias 31 de março e 1º de abril ocorreu em Washington, nos Estados Unidos, a IV Cúpula sobre Segurança Nuclear. O encontro teve por objetivo promover a visibilidade de tópicos relativos ao tema central do evento e discutir medidas para aumentar a segurança física de materiais e instalações nucleares, sendo que teve destaque a questão do combate ao terrorismo e a necessidade de se impedir que materiais nucleares sejam utilizados em atividades dessa natureza. A representação brasileira ficou sob a responsabilidade do ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira.

Luiza Elena JanuárioNa ocasião, foi reafirmada a defesa brasileira de não-proliferação, do uso pacífico da energia nuclear e do desarmamento. Esse último ponto foi central no posicionamento do Estado. De fato, Vieira argumentou que não é suficiente focar os esforços de proteção física a programas civis, uma vez que grandes quantidades de material nuclear se encontram nos programas de armas nucleares, que não têm supervisão internacional. Ademais, o ministro defendeu a concepção de que a eliminação total dos dispositivos bélicos nucleares é a única forma de garantir que estes não sejam empregados ou que ameças nesse sentido não sejam possíveis. Esses aspectos constituem o cerne da declaração conjunta "Em maior segurança: olhando adiante", copatricionada pelo Brasil e outros 15 Estados e apresentada na Cúpula.

Nesse documento, clama-se ainda que a possibilidade e o risco de que atores não-estatais obtenham acesso a materiais nucleares demandam que o desarmamento seja acelerado. Por outro lado, os signatários da declaração questionam o comprometimento de alguns Estados com esse movimento e apontam que a contínua existência dos arsenais nucleares, os investimentos em programas de armamentos dessa natureza e a permanência de doutrinas de dissuasão são fontes de grande preocupação internacional.

Pode-se afirmar que a posição brasileira na Cúpula é uma manifestação de uma concepção sobre política nuclear internacional que foi construída durante a segunda metade do século XX e que tem raízes mais profundas relacionadas ao entendimento que se faz da ordem internacional. Isto significa afirmar que a visão brasileira está fundada na percepção de que o ordenamento imposto pelos regimes de não-proliferação é injusto, uma vez que favorece alguns Estados. Assim, o Brasil recusou-se, até o final dos anos 1990, a assinar o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP) por julgar que se tratava de um mecanismo discriminatório que visava perpetuar a desigualdade de posições entre os poucos Estados que possuíam a arma nuclear e o restante das unidades políticas soberanas, privilegiando os primeiros. Além do mais, o tratado era encarado como uma forma de dificultar o acesso a uma tecnologia importante para o desenvolvimento nacional. Cabe destacar aqui que há divergências entre os especialistas sobre o quanto seria conveniente e positivo para países como o Brasil investir em tecnologia nuclear, existindo aqueles que defendem que seria mais vantajoso buscar o desenvolvimento científico e tecnológico por outras vias.

Embora o Brasil tenha aderido ao TNP, esse descontentamento com uma ordem internacional injusta não desapareceu e pode ser encontrada na questão do desarmamento. Nesse sentido, há a perspectiva de que a pressão para assegurar que dispositivos nucleares bélicos não serão utilizados não deve se restringir ao impedimento que outros países desenvolvam a bomba atômica. Pelo contrário, os compromissos maiores devem ser feitos pelas potências nucleares e isso se dá em termos de redução até eliminação dos arsenais, ou seja, do desarmamento. Há então a argumentação que só assim haveria a impossibilidade de utilização dessas armas.

É interessante notar que essa linha argumentativa apresenta uma utilidade imediata para a diplomacia brasileira. A questão do desarmamento é complexa e envolve interesses muitos distintos, sendo que na maioria das vezes os passos para esse objetivo são tímidos, quão não dúbios. Embora os Estados Unidos e a Rússia tenham reduzido seus arsenais em relação aos anos 1980, os representantes brasileiros costumam salientar que os compromissos assumidos pelas potências nucleares não foram suficientes até o momento. Como consequência, esses Estados não teriam então legitimidade para demandar que outros assumam obrigações ainda mais severas no sentido de salvaguardas de seus materiais nucleares. Esses pontos são centrais à recusa brasileira em assinar o Protocolo Adicional do TNP, postura essa mantida a despeito de grandes pressões internacionais.

Do ponto de vista prático, é possível apontar que a eliminação total desses armamentos é altamente improvável. Além de conferirem aos seus detentores status e grandes capacidades no cenário internacional, haveria sempre a desconfiança de que um Estado poderia não acabar com a totalidade de seu arsenal, colocando-o em uma posição ímpar nas relações internacionais. Existe ainda a questão de que o conhecimento científico para a produção de novas armas ainda estaria disponível e esta seria sempre uma possibilidade. Desenha-se assim um quadro de posições diferentes. Embora a maioria dos Estados se coloque favoravelmente ao desarmamento, é difícil que as potências nucleares abram mão de suas prerrogativas de forma total. Por outro lado, a posição brasileira encontra eco em outros Estados, principalmente aqueles do denominado Sul global. Esse jogo de interesses não apresenta resolução fácil, existindo perigo de que impasses impeçam outros entendimentos no contexto do regime de não-proliferação nuclear. Ou seja, a questão é que um objetivo de caráter tão total pode dificultar negociações e tornar difícil que ações menores sejam consideradas positivas, gerando um fator de descrença em relação ao próprio regime.

Não se pretende aqui afirmar que a posição brasileira não seja legítima ou que a quase inexistente probabilidade de um desarmamento total signifique que não devam existir esforços nesse sentido, pelo contrário. Ademais, o governo brasileiro busca evitar que seu posicionamento seja percebido como ingênuo, sendo que se pode afirmar que a postura dos representantes estatais busca enfatizar as contradições da ordem mundial e do regime de não-proliferação. Cabe ressaltar que a crítica de outros Estados à falta de vontade política das potências nucleares no que se refere ao desarmamento ajuda a corroborar esse ponto, sendo relevante lembrar que, em geral, nem mesmo os detentores de armamentos nucleares se colocam explicitamente como opositores da noção de desarmamento. De qualquer forma, há sempre de se considerar os diversos interesses e motivações subjacentes que estão presentes, bem como a dificuldade de se trabalhar com objetivos absolutos. A questão nuclear é por si mesma sensível e o desafio, para todos, é mostrar que existe real comprometimento para além de um discurso de boas intenções.

Luiza Elena Januário é mestranda em Relações Internacionais pelo Programa de Pós-Graduação San Tiago Dantas (Unesp, Unicamp, PUC-SP) e pesquisadora do GEDES da Unesp de Franca.
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Atletas da ARTEME-ACER representaram Registro-SP na fase Regional dos Jogos da Juventude em Bertioga
,
Atletas da ARTEME-ACER representaram Registro-SP na fase Regional dos Jogos da Juventude em Bertioga


A fase Regional dos Jogos da Juventude aconteceu no último sábado dia 30 de abril no ginásio de esportes na  cidade de Bertioga.  

Os   atletas da ARTEME-ACER  que representaram a cidade de Registro e  que tinham sido  campeões na fase sub regional obtiveram novamente excelentes desempenhos  ganhando em todas as categorias.  Com grandes disputas e jogos muito difíceis.

No Feminino, as atletas conseguiram  ganhar em todas as categorias; sagrando-se campeã nas categorias:  EQUIPE  ( Cecília Kanachiro, Daniela Higa, Fernanda Sasaki e   Isadora Carmo ),   DUPLAS   ( Daniela Higa e Fernanda Sasaki ) e no INDIVIDUAL   com grande desempenho da mesatenista Isadora  Carmo.

No Masculino entre as quatros melhores cidades  campeãs das sub regionais ( Bertioga, Praia grande, Iguape e Registro ), os atletas registrenses  também conquistaram  o primeiro lugar em todas as categorias:   EQUIPE  ( Enzo Ussuki,  Henri Sasaki,  Gustavo Noguti e Gustavo Oyadomari)  ,DUPLAS  ( Henri Sasaki e Enzo Ussuki ) e no INDIVIDUAL  Enzo Ussuki.

Com essa vitória,  Registro classifica-se para a  fase final dos jogos da juventude  e os treinos continuam sob o comando do técnico Fabio Shiray para o seu melhor desempenho.


Agradecimentos especiais ao apoio e incentivo da Prefeitura Municipal de Registro através da SEME – Secretaria Municipal de Esportes.
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Divisão de Transporte e Serviço 192 de Registro-SP ganha espaço adequado para ambulâncias e agendamento
,
Divisão de Transporte e Serviço 192 de Registro-SP ganha espaço adequado para ambulâncias e agendamento

Serviço atende mais de 1.100 pessoas por mês, entre emergências e transporte para exames e consultas


Uma antiga solicitação dos funcionários da Divisão de Apoio e Transporte e Serviço de Emergência 192 de Registro foi atendida no último dia 27/04. O setor ganhou um espaço próprio na Vila Fátima, que oferecerá maior conforto aos funcionários, permitirá organizar e otimizar melhor os serviços, além de possibilitar a melhor conservação dos veículos. “O serviço é essencial para o Município e atende cerca de 1.100 pessoas por mês, entre solicitações de emergências e transporte de pacientes para exames e consultas com especialistas”, explicou o Prefeito Gilson Fantin, ao fazer a entrega do espaço.

Divisão de Transporte e Serviço 192 de Registro-SP ganha espaço adequado para ambulâncias e agendamento

O Prefeito agradeceu o empenho dos servidores e a importância de oferecer um local adequado para o trabalho. “Fico muito feliz de poder atender à solicitação dos funcionários, que nunca tiveram um espaço exclusivo para permanecer enquanto aguardam os chamados para atendimento”, afirmou o Prefeito.

Divisão de Transporte e Serviço 192 de Registro-SP ganha espaço adequado para ambulâncias e agendamento

O Coordenador do Serviço de 192, enfermeiro Marco Aurélio Negri, agradeceu em nome dos funcionários. “Desde que o serviço foi criado não tínhamos um local próprio para ficar. Além de oferecer melhores condições de trabalho, esse espaço vai contribuir com a conservação dos veículos e com a organização do setor. Só temos aagradecer por essa grande conquista”, disse Marco Aurélio.
A solenidade também contou com a presença da Secretária Municipal de Saúde, Jô Rangel, da Chefe de Divisão Técnica do Serviço de Média e Alta Complexidade, Regina Maeji, do coordenador do Serviço de Apoio e Referência, Altimar Gomes, vereadora Inês Kawamoto, assessor do secretário chefe da Casa Civil, deputado Samuel Moreira, Felipe Raphael, superintendente do Consaúde, Antonio Antosczezem, secretários e servidores municipais.

Divisão de Transporte e Serviço 192 de Registro-SP ganha espaço adequado para ambulâncias e agendamento

CONHEÇA O SERVIÇO

A Central de Emergência 192 é responsável por realizar os atendimentos de casos de urgência e emergência. O serviço conta com Enfermeiro Coordenador, duas ambulâncias, com um motorista socorrista e um Técnico de Enfermagem socorrista cada, que trabalham 24 horas por dia – de domingo a domingo – para atender a população. A Central atende pelos telefones 192 e 3822-5159 (para ligações de celular) e realiza cerca de 400 atendimentos por mês.

Já o Setor de Apoio e Transporte atende pacientes que recebem alta da UPA e também transporta aqueles que necessitam de exames e consultas com especialistas em outros municípios, como Santos e São Paulo. O serviço transporta em média 720 pacientes por mês. Com acompanhantes, esse número sobe para 1.180 pessoas/mês. Atende pelo telefone 3821-6010.

O serviço de agendamento de transporte também passou a funcionar na Vila Fátima, junto com o 192. O espaço fica na Rua Rio Branco, s/n.
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Pesquisa mundial descobre novo anticorpo para tratar câncer de pulmão
,
Pesquisa mundial descobre novo anticorpo para tratar câncer de pulmão

 Estudo, que contou com participação do Instituto do Câncer de SP, avaliou mais mil pacientes ao redor do mundo; substância ativa sistema imune para destruir células cancerosas
          O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) Octavio Frias de Oliveira, unidade ligada à Secretaria de Estado da Saúde e a Faculdade de Medicina da USP, participou de um estudo mundial que identificou uma nova opção de tratamento para câncer de pulmão. 
Feita com a colaboração do grupo de câncer de pulmão do Serviço de Oncologia Clínica do Icesp e publicada recentemente no periódico científico The Lancet, a pesquisa avaliou a eficácia e a tolerância do anticorpo pembrolizumabe em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (tipo mais comum de tumor dentre os pacientes com esse diagnóstico), que apresentavam metástase e a expressão da proteína PDL-1. 
O anticorpo pembrolizumabe consegue interferir na interação desta proteína (PDL-1) com seu receptor PD-1 em algumas células de defesa. Assim, o sistema imune do organismo do paciente começa a ser ativado e passa a destruir as células cancerosas. 
O estudo contou com mais de mil pacientes que já haviam sido tratados com quimioterapia em primeira linha em diversos países, e observou um ganho de sobrevida nos que receberam a droga experimental, em comparação a quimioterapia padrão até então utilizada para esses casos.  
“O tratamento experimental teve boa tolerância e estabeleceu o pembrolizumabe como uma opção de tratamento bastante útil nessa população”, explica o chefe do grupo e coautor do trabalho, Gilberto de Castro Junior. 
A droga ainda não está liberada no Brasil e deverá passar por processo de aprovação antes de começar a ser comercializada. 
Continue lendo >> Deixe seu comentário
Iguape recebe matrícula de terras devolutas
,
Iguape recebe matrícula de terras devolutas

Na última segunda-feira (26), o Prefeito Joaquim Antonio Coutinho Ribeiro esteve em São Paulo em visita a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, na ocasião, o Secretário da Justiça, Drº Aloísio de Toledo César entregou a matrícula registrada das terras devolutas municipais, transferidas pelo Estado à prefeitura.

Vale ressaltar que a convenção administrativa realizada entre a Fazenda do Estado de São Paulo, via Procuradoria Geral do Estado e município, possibilitou a transferência de uma área de 1.236 hectares à Iguape. 

No mesmo dia, Fundação Itesp e Prefeitura de Iguape firmaram um convênio, visando à regularização de aproximadamente 250 imóveis urbanos no bairro Canto do Morro.  Com a abertura da matrícula, a Comissão Municipal de Regularização informará quais moradores poderão receber os títulos de propriedade.

Por meio, desse convênio, o Itesp atuará na regularização fundiária de outras áreas que compõem o perímetro, como Toca do Bugio, Itaguá, Pedra da Paixão, Enseada, Engenho, Morro do Pinheiro, Morro do Espia e Bairro Icapara.

Durante a ocasião estiveram presentes o Secretário-adjunto, Luiz Souto Madureira; o Diretor Executivo do Itesp, Marco Pilla; o Diretor-adjunto de Recursos Fundiários (Darf), Gabriel Veiga e o Diretor da Divisão de Agricultura, José Augusto Régio Costa. 

Fonte: Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania
Foto: Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania


Continue lendo >> Deixe seu comentário
O Terror em Israel e na Palestina: há uma luz no fim do túnel?
,


O Terror em Israel e na Palestina: há uma luz no fim do túnel?


Karina Stange Calandrin

Karina Stange CalandrinAtos de terror sempre foram comuns na região que compreende atualmente Israel e Palestina. Mesmo antes da criação do Estado de Israel, na década de 1930, já existiam ataques terroristas (por parte tanto dos judeus quanto dos árabes). Nas últimas décadas o que vemos são ondas de terror esporádicas, mas longe de um fim definitivo. Apesar de toda a repressão por parte dos israelenses e o contínuo aperfeiçoamento de seus aparatos militares, os atos terroristas não são erradicados. Podemos nos perguntar se a raiz deste problema não seria a própria postura de Israel em relação a eles.

No dia primeiro de abril completaram seis meses da atual rodada de violência na região, e as Forças de Armadas de Israel veem um declínio no número de ataques, a maioria dos quais ocorrem nos finais de semana. Os dados do mês de março ainda não foram computados, mas estima-se que foram menos que os 155 ataques que ocorreram em fevereiro.

Em outubro de 2015, quando a "onda de terror” começou, houve 620 ataques na Cisjordânia, em Jerusalém, dentro da Linha Verde e ao redor da Faixa de Gaza. Este número inclui também a utilização de dispositivos incendiários. A nova onda de terror, conhecida também por “A Intifada das Facas” (por ter como principal fonte de ataques esfaqueamentos), tem um significado claro: o cansaço da população palestina pela presença (civil e militar) de Israel nos territórios ocupados, com destaque para a Cisjordânia. Os ataques são realizados em sua maior parte por civis palestinos não ligados a grupos extremistas, como o Hamas, e que portam apenas facas. O estopim da atual situação foi o esfaqueamento de civis em um ponto de ônibus em Be’er Sheva, uma cidade israelense localizada no deserto do Negev. O primeiro ataque foi no dia primeiro de outubro de 2015 em Nablus, com o assassinato, também por esfaqueamento, de um casal de civis israelenses.

Uma diferença entre o que existe hoje na região em relação às últimas intifadas, com destaque para a de 2000, é que ainda há liberdade de movimento na Cisjordânia; um palestino que quer ir do norte da cidade de Jenin, na Cisjordânia, para Ramallah, ao norte de Jerusalém, pode fazê-lo sem passar por postos de controle das Forças Armadas de Israel. Mesmo quando o acesso a aldeias ou cidades foi ostensivamente limitado estes eram temporários. De acordo com o site oficial do Ministério das Relações Exteriores de Israel, o governo israelense leva em consideração as necessidades da população palestina e por isso não quer limitar por completo o direito de ir e vir dos habitantes locais. Entretanto, o cerne da questão que acaba por incentivar a população a lutar de forma extrema contra, que é a ocupação por israelenses aos territórios palestinos, não vê mudança.

Um incidente do fim de março em que um soldado atirou e matou um terrorista palestino já ferido e deitado no chão em Hebron, mais uma vez levantou a questão das regras de engajamento. De acordo com as regras das Forças Armadas de Israel, antes de iniciar as operações militares na Cisjordânia, os soldados são testados por escrito sobre os seus conhecimentos de instruções para abrir fogo e simulações são conduzidas. "Se a sua vida está em perigo - não há dilema. Essa é a base para as regras para abrir fogo. Elas são claras, eu não acho que há uma zona cinzenta", disse um comandante de brigada da infantaria, falando antes do incidente em Hebron.

Muito ainda deve ser debatido sobre como as Forças Armadas israelenses são empregadas em relação aos palestinos na Cisjordânia e em Gaza. O Ministro da Defesa disse que as negociações com os palestinos não são sobre um fim completo da atividade israelense em cidades palestinas, mas um acordo para que Israel realize as operações nos casos em que as forças de segurança palestinas não agirem com o intuito de frustrar atividades terroristas.

Moshe Ya'alon conclui sobre a situação com uma frase um tanto problemática sobre o futuro da Cisjordânia e o conflito Israel – Palestina: "Não é uma questão política, mas de segurança. O que eles não fazem nós vamos ter que fazer, mas de forma alguma nós vamos abster-nos completamente da entrada na Área A[iv]". Com essa frase podemos esperar que muitos ataques ainda estejam por vir e por um longo tempo, apesar do atual declínio, como forma de retaliação à postura de Israel na região, sem dar a devida autonomia para os palestinos como eles esperam e necessitam.

Karina Stange Calandrin é mestranda em Relações Internacionais no Programa de Pós-Graduação San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP, PUC-SP) e pesquisadora do GEDES da Unesp de Franca.  
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Food Truck

 
Google+
Facebook
Recomende-nos no Google
Link-me
O Vale do Ribeira - Notícias, Histórias, Curiosidades, Culinária e informações sobre a região do Vale do Ribeira.

O Vale do Ribeira Copyright © 2011 | Design by: [ Camilo Aparecido Almeida ] | Movido a: [ Blogger ]