1 Festival de Cinema de São Bernardo do Campo terá ELIANE LAGE como homenageada 1 Festival de Cinema de São Bernardo do Campo terá ELIANE LAGE como homenageada
Siga nosso Canal no Whatsapp

1 Festival de Cinema de São Bernardo do Campo terá ELIANE LAGE como homenageada

1 Festival de Cinema de São Bernardo do Campo terá ELIANE LAGE como homenageada



Já ouviu falar da grande atriz de cinema Eliane Lage? Sem dúvida, não se pode falar sobre a história do cinema brasileiro e dos legados da antiga Cia. Cinematográfica Vera Cruz (1949-1954) sem lembrar o nome da protagonista Eliane Lage, 95 anos. 

O artista e idealizador do inédito 1º Festival de Cinema de São Bernardo do Campo, Rudy Serrati, convidou a protagonista dos filmes “Caiçara”,”Ângela” e “Sinhá Moça” além de sua participação em “Terra é sempre terra” para celebrar a sua trajetória no cinema pela Vera Cruz e homenageá-la em São Bernardo do Campo/SP, que tem por relevo este importante resgate da memória cultural da cidade e do cinema brasileiro.

Eliane Lage foi uma das maiores estrelas da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, o lendário complexo de estúdios cinematográficos que tentou reproduzir no Brasil o modelo de produção hollywoodiano. 

Protagonista dos clássicos filmes do estúdio, Eliane tornou-se ícone do cinema brasileiro e é conhecida como a Greta Garbo brasileira.

O 1º Festival de Cinema de São Bernardo do Campo homenageará também Dona Léa Garcia, que havia confirmado presença antes de seu falecimento durante o Festival de Gramado (15/08/2023). Segundo a organização do festival e a pedido do filho Marcelo Garcia, será mantida a homenagem e ele a representará pela família juntamente à homenagem de Dona Eliane Lage - ambas receberão o Troféu “Ruth de Souza”. 

Em memória à Léa Garcia e Ruth de Souza, Eliane Lage aos 95 anos, parceira de filmagens de uma das mais importantes atrizes brasileiras que é celebrada com o nome do troféu, Ruth de Souza, mulheres à frente do tempo, terão suas histórias de vida celebradas neste festival de cinema de relevo:

São Bernardo do Campo é uma importante terra do cinema. 

O festival nasce por uma necessidade de existir, celebrar as nossas riquezas culturais e não permitir o apagamento e os legados de quem nos antecederam. 

A história não pode ser apagada nem invisibilizada. Vamos celebrar a memória, a arte, os artistas e o cinema nacional!” - pontua Rudy Serrati, artista e idealizador do festival que é natural da cidade.


Rudy Serrati menciona estar extremamente honrado em ter feito o convite à Léa Garcia e à Eliane Lage, lamenta pela grande perda que o Brasil teve recentemente e, Eliane por sua vez, gentilmente enviou um vídeo de agradecimento a ele pela homenagem que será realizado nesta importante cidade brasileira em que viveu uma grande história de amor e atuou como uma grande atriz do cinema brasileiro de reconhecimento mundial:

“Sempre gostei muito de São Bernardo e de tudo aí na Vera Cruz" - disse ela ao agradecer por ser lembrada - "É uma grande honra vocês lembrarem de mim depois de todos esses anos", completou a atriz, que atualmente mora em Pirenópolis, Goiás. (Vídeo de Eliane Lage: https://youtu.be/AW0EuJ5g3Yk)


Eliane Lage, filha de pai brasileiro e mãe britânica, Eliane Margaret Elizabeth Lage, nasceu em Paris em 16 de julho de 1928, mas veio para o Brasil com apenas seis meses de idade. Ainda muito jovem, começou a fazer trabalhos sociais na Favela Dona Marta. 

Posteriormente foi estudar na Inglaterra e de lá foi para à Grécia, onde foi voluntária em um campo de concentração de crianças gregas durante a guerra civil que assolou o país. 

Amiga de Yolanda Penteado e Ciccillo Matarazzo, acompanhou de perto a criação da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e do Museu de Arte Moderna de São Paulo. 

Por esta proximidade, Eliane Lage torna-se atriz ao conhecer Tom Payne, diretor e ator anglo-argentino com quem se apaixonou intensamente e se casou em 1951, com sua primeira gravidez durante as filmagens do último filme da cia. e tiveram três filhos (Vivien, Thomas e Vanessa). 

Na época áurea da produção cinematográfica na cidade de São Bernardo do Campo, que faz divisa com a capital do estado de São Paulo, o diretor a convidou para fazer o teste de protagonista do longa-metragem “Caiçara” (1950), primeira grande produção da Companhia Cinematográfica Vera Cruz e um dos mais importantes filmes da história do cinema brasileiro.

Entre os filmes que Eliane Lage protagonizou, destaca-se também o filme “Sinhá Moça” (1953) que fez um enorme sucesso internacional, aclamado no Festival de Berlim e que rendeu à Ruth de Souza uma indicação como Melhor Atriz no Festival de Veneza (1954), marcando seu pioneirismo na história sendo a primeira artista brasileira a receber uma indicação em um festival internacional. 

Toda a filmografia ficou marcada pela influência europeia e por formar uma geração de cineastas e profissionais de cinema, deixando legados artísticos e técnicos para as futuras gerações e que contribuíram fortemente para a formação do cinema brasileiro.

Atriz, escritora e fazendeira Eliane Lage relançou recentemente (2023) sua autobiografia “Ilhas, veredas e buritis: A autobiografia de Eliane Lage e a história do cinema da Vera Cruz”. O livro descreve a história de Eliane desde a infância, vivida na ilha de Santa Cruz, na Baía da Guanabara, até os dias de hoje em Pirenópolis.

O mais aguardado e inédito festival de cinema brasileiro, o 1º Festival de Cinema de São Bernardo do Campo, será realizado durante o período de 28/11 à 02/12 de 2023, serão cinco dias de festival com ingressos gratuitos para as exibições de filmes de suas duas mostras competitivas “Terra do Cinema” e “Terra Bernardo” durante as manhãs, tardes e noites. 

O local a ser realizado é o CENFORPE de São Bernardo do Campo com capacidade para acomodar até 1.710 pessoas com acessibilidade por sessão.


SOBRE O FESTIVAL



O 1º Festival de Cinema de São Bernardo do Campo que acontece em memória aos legados artístico, técnico e cultural da Cia. Cinematográfica Vera Cruz, considerada a "Hollywood Brasileira" (1949-1954), recebeu um total de 1.089 filmes de curta e longa-metragem nos gêneros de Ficção, Animação e Documentário para a “Mostra Competitiva Terra do Cinema” e “Mostra Competitiva Terra Bernardo". O conjunto de Estúdios e Pavilhões é patrimônio cultural tombado da cidade.

São Bernardo do Campo é uma terra inspiradora, terra intitulada pelo slogan da Cia. Vera Cruz na época como "planalto abençoado". Terra que produziu e distribuiu dezenas de filmes que circularam o mundo todo e galgaram prêmios nos principais festivais de Cinema do mundo; além de revelar talentos como o ator MAZZAROPI e a atriz RUTH DE SOUZA como a primeira artista brasileira indicada ao prêmio de melhor atriz em um festival internacional de cinema, o Leão de Ouro no Festival de Veneza (1954), em que disputava com estrelas como Katherine Hepburn, Michele Morgan e Lili Palmer. 

Filmes como “Sinhá Moça” e “O Cangaceiro” receberam prêmios importantes da crítica internacional e projetaram os estúdios e o Cinema Brasileiro em amplitude mundial.

O 1° FESTIVAL DE CINEMA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO será um festival competitivo de abrangência nacional de filmes de curta e longa-metragem com capacidade para acolher mais de 25.000 pessoas ao longo dos 05 dias previstos de evento. O idealizador do festival é o artista Rudy Serrati, natural da cidade, que destaca:

“São Bernardo do Campo é de fato um “planalto abençoado” e o festival é uma grande oportunidade de celebrar a memória do cinema, premiar e revelar artistas, obras e profissionais do cinema brasileiro em terra de grandioso valor cultural que guarda parte de uma preciosa história do cinema nacional.”

1 Festival de Cinema de São Bernardo do Campo terá ELIANE LAGE como homenageada
ELIANE LAGE




SERVIÇO





1º FESTIVAL DE CINEMA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

“A Terra do Cinema Brasileiro: onde o passado e o presente se conectam.”

Local: CENFORPE (Av. Dom Jaime de Barros Câmara, 201 - Planalto - Saída 20A da Rodovia Anchieta - S.B. do Campo/SP).

INSCRIÇÕES: 14/07/2023 â 04/09/2023 (encerradas)

Período do Festival: 28/Nov. à 02/Dez. de 2023

Capacidade: 1.710 poltronas numeradas incluindo poltronas acessíveis.

Ingresso: Gratuito mediante doação facultativa de 02 Kg de alimentos não perecíveis que serão destinados ao Fundo Social de Solidariedade da Cidade.

Realização: Cia. Cinematográfica Terra Bernardo

Apoio Cultural: Prefeitura de S.B. do Campo


Instagram: @festivaldecinemadesaobernardo

Website: www.terrabernardo.com.br/festival

Youtube: www.youtube.com/@festivaldecinemadesaobernardo



Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

Postagem Anterior Próxima Postagem