Últimas Notícias

O Fantasma do Espanhol e as Sete Barras






O Fantasma do espanhol e as Sete Barras (Música e Composição Jônatas Pontes )

O Fantasma do Espanhol e as Sete Barras




Lá vai lambari, prateado nadando
Nesse mato tem onça meu filho, ouça o bicho urrando
Debaixo da pedras "caboquin", pitú e cascudo observando
E sinta o cheiro, tem almoço saindo
Banana frita, mandi, arroz e feijão pros meninos

E o ouro vó, e ouro vó?
Cuidado, pra mãe d'água não te pegar...
E o ouro vó, e ouro vó?
O fantasma do espanhol sempre tá lá

Um espanhol, valente e aventureiro, deixou sua ibéria pra no mato se "embrenhá"

Dulce Maria, sonhava com a volta, do amado com as pepitas pra poderem se casar

Sete barras ele fez, mas queria mais, sete barras ele fez, mas a febre do ouro não deixa voltar...

Piatã rastreador pacificado, conhecia o caminho das pedras que brilham na beira de um lago

O espanhol, encorporado de cobiça, foi atrás de uma promessa deixando as barras de lado

Tão bem guardado que na volta não achou, onde ficou o baú escondido, jogado no meio do rio, em que tronco amarrou?

Dizem que o espanhol ainda vaga lá, em busca do tão querido tesouro...

Enquanto o verdadeiro estava em Málaga, presa num convento e no desgosto...


O Fantasma do Espanhol e as Sete Barras



Veja também a matéria: 

- História de Sete Barras 

Música "Sons de Sete Barras" (José Antonio de Carvalho)