Obra vai revitalizar rio em Cajati e ajudar na recuperação de estradas na região Obra vai revitalizar rio em Cajati e ajudar na recuperação de estradas na região
Siga nosso Canal no Whatsapp

Obra vai revitalizar rio em Cajati e ajudar na recuperação de estradas na região

O DAEE, órgão regulador dos recursos hídricos do Estado de São Paulo, está investindo R$ 1,46 milhão no trabalho de limpeza e desassoreamento de 1,5 quilômetro do rio Jacupiranguinha, na área urbana de Cajati.

O trabalho faz parte do Rios Vivos, programa que visa a revitalização de margens e despoluição de cursos d’água em todo o Estado com a retirada de sedimentos, o que auxilia no combate a inundações e garante mais água e qualidade de vida para a população.

Os serviços foram iniciados em 29 de abril de 2024, com um prazo de execução de 6 meses e previsão de remoção de 18,8 mil metros cúbicos de sedimentos, o equivalente à carga de 1,4 mil caminhões basculantes. Colocados em fila, eles fariam uma fila de 14 quilômetros.

O trabalho é realizado com a utilização de equipamentos embarcados, possibilitando o desassoreamento até em áreas inacessíveis para outros tipos de equipamento, em razão de margens ocupadas por edificações ou com vegetação nativa.

O material removido será reaproveitado pela prefeitura na recuperação de estradas vicinais, o que vai melhorar o deslocamento dos moradores de toda a região.

PROGRAMA RIOS VIVOS - O Programa Rios Vivos é uma parceria do Estado e das Prefeituras, a quem cabe definir o local de descarte dos resíduos e o licenciamento ambiental, bem como a manutenção do entorno do rio.

Ney Ikeda, Diretor da Bacia do Ribeira e Litoral Sul do DAEE, destaca que “os benefícios do trabalho não se restringem a Cajati, onde as ações são realizadas, mas se estendem a todos os municípios que ficam na sequência do Jacupiranguinha. 

O rio fica com maior disponibilidade de água de qualidade para o abastecimento público, o que incentiva a instalação de novos empreendimentos e polos industriais - fator que fortalece a economia e os índices socioeconômicos das cidades. 

O curso d’água fica também com uma aparência muito mais agradável, estimulando, por exemplo, o lazer e a atividade física em seu entorno. O rio passa a ser um ponto de convivência para as famílias. 

Além disso, aumenta a capacidade do curso d’água de absorver as chuvas, diminuindo o risco de enchentes”.


Máquinas embarcadas estão removendo 18,8 mil metros cúbicos de sedimentos do rio Jacupiranguinha em Cajati
Máquinas embarcadas estão removendo 18,8 mil metros cúbicos de sedimentos do rio Jacupiranguinha em Cajati



Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

Postagem Anterior Próxima Postagem