Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro 1
Siga nosso Canal no Whatsapp

Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro

Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro


Secretaria da Educação dá dicas a pais e estudantes para retornarem à rotina de estudos e atividades do semestre; matriz curricular e apoio de IA para corrigir redações são novidades para 2024

O ano letivo para 24 mil alunos da rede estadual do Vale do Ribeira começa na próxima quinta-feira (15) nas 88 escolas de Ensino Fundamental e Médio da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP). 

Para ajudar no retorno à rotina de estudos e atividades, a Coordenadoria Pedagógica da Educação, a Coped, preparou uma série de dicas e orientações voltadas a estudantes e familiares.

A primeira delas é estar atento ao relógio. Para que ninguém cochile nos primeiros dias de aula, principalmente os estudantes que estudam no período da manhã, a sugestão é “treinar” já no fim de semana e primeiros dias da semana para que o corpo se acostume com o horário de aulas. A dica é programar o despertador para o horário do dia 15 de fevereiro já nos dias anteriores.

Outra ideia é criar um “cantinho de estudos” em casa. 

O espaço servirá para leitura e escrita e também aproxima a família do cotidiano escolar dos filhos. Além da importância da participação nas reuniões escolares, os pais e responsáveis podem acompanhar o desempenho escolar dos alunos por meio da Secretaria Escolar Digital, no portal sed.educacao.sp.gov.br. 

O usuário e senha podem ser solicitados diretamente na secretaria das 5.000 escolas estaduais.

Novidades para 2024


Entre as novidades para 2024, alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio serão recepcionados com uma nova matriz curricular, mais alinhado às expectativas e demandas da rede. 

Para os alunos mais novos, na última etapa do Ensino Fundamental, a novidade será a implantação das aulas de educação financeira, aumento do número de aulas de tecnologia e inovação e criação da disciplina orientação de estudos.

No Ensino Médio, o tempo dedicado ao aprendizado de língua portuguesa será ampliado em 60%, enquanto o de matemática terá um aumento de 70%. Além disso, nesta fase do ensino, os alunos terão a volta de mais aulas de física, geografia e história.

O ensino aprendizagem de língua portuguesa chega em 2024 com mais um aliado, o uso de inteligência artificial para apoiar professores na correção das produções textuais na plataforma Redação Paulista.

A Seduc-SP implementou, no fim de 2023, uma assistente de correção virtual para auxiliar professores na revisão dos textos da plataforma Redação Paulista. 

Ao longo do segundo semestre, a revisão era feita manualmente pelos professores, mas agora, a assistente virtual surge como uma ferramenta para agilizar e facilitar o processo.

A iniciativa visa ampliar o número de produções textuais, garantindo que os estudantes da rede pública possam escrever mais e melhor, além de contribuir para os índices em avaliações como o Saresp, o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, e o Ideb, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. 

A assistente de correção virtual entra em cena assim que os alunos submetem seus textos na plataforma. O professor mantém o papel fundamental na validação desses critérios, sendo responsável pela nota final da redação.

“A plataforma Redação Paulista é uma ferramenta que foi desenvolvida integralmente pela equipe da Seduc, 100% alinhada ao material didático e ao Currículo Paulista. 

Todos os gêneros textuais que os estudantes devem exercitar desde o 6º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio estarão na plataforma com propostas de atividades. 

A plataforma foi usada ao longo de 2023, com mais de 3,5 milhões de produções textuais e isso, para a Educação, é um sucesso porque significa que o aluno não apenas está escrevendo, mas também está recebendo uma devolutiva, com qualidade, do seu professor. 

Agora, o docente receberá as redações com o apoio dessa assistente de correção, que traz sugestão de devolutivas, notas para verificar como o aluno se saiu na argumentação, na criação atrelada ao tema e, a partir disso, cabe ao professor utilizar a sugestão da inteligência que foi implantada para facilitar o seu trabalho. 

O professor pode ainda inserir seus próprios comentários e, quando necessário, solicitar a reescrita do texto”, explica a gestora de plataformas da Coped, Marcela Lorenzoni da Rocha.

Escola para todos


Quem estiver fora da rede ou veio de outro estado durante as férias ainda pode se matricular nas escolas estaduais de SP. A regra vale também para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para se matricular na rede estadual para este ano, o responsável legal ou maior de 18 anos pode realizar a inscrição presencialmente em qualquer escola estadual ou no balcão de atendimento do Poupatempo, apresentando RG, histórico escolar e comprovante de residência.

Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro
Falta uma semana - 24 mil alunos do Vale do Ribeira dão início ao ano letivo no dia 15 de fevereiro





Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

Postagem Anterior Próxima Postagem