Simulado de acidente com produto perigoso é realizado na Regis Bittencourt Simulado de acidente com produto perigoso é realizado na Regis Bittencourt
Siga nosso Canal no Whatsapp

Simulado de acidente com produto perigoso é realizado na Regis Bittencourt

Na manhã desta segunda-feira (19/12), foi realizado um simulado de acidente com produto perigoso na rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu na região do Vale do Ribeira (SP). 

A atividade começou por volta das 11h10 e transmitido no canal da Arteris, no YouTube. O simulado, sob coordenação da Concessionária Arteris contou com colaboração de órgãos públicos, entre eles a Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Ambipar. 

A ação ocorreu na área de escape, localizado no km 353 da rodovia, sentido Curitiba e, se deu na seguinte forma:

O motorista de um caminhão carregado com 14 mil litros de óleo diesel estava trafegando na Serra do Cafezal, quando percebe que o veículo perdeu os freios e assim, ele não consegue parar o caminhão que desce a serra de forma desgovernada. 

Diante disso, ele avista a sinalização de área de escape e direciona o veículo para o interior da área, até a parada em segurança (vale lembrar que a carga transportada também será simulada - sendo água, ao invés de Diesel).

Diante do ocorrido, equipes da concessionária, Corpo de Bombeiros, PRF e Ambipar foram acionados para o resgate, avaliação do veículo e carga para a contenção do vazamento do "produto perigoso", transbordo e remoção do caminhão. O simulado também teve a participação da ANTT - Agência Nacional dos Transportes Terrestres, Cetesb e Defesa Civil.

Só nas rodovias sob concessão do Grupo Arteris, mais de 800 vidas já foram salvas com a instalação das áreas de escape, dessas mais de 800 vidas, 81 foram salvas na área de escape da BR-116, instalada em 2018, em Miracatu/SP.

Na transmissão ao vivo pelo YouTube, o Coordenador do CCSO da Regional Sul, Fernando César da Silva, disse haver uma possibilidade de ser construída uma área da escape na Serra do Azeite, próximo ao km 513, em Cajati, onde há muitos índices de acidentes, mas ainda não é certeza de que isso será feito.

"Nós temos um projeto junto à ANTT para a construção de área de escape nesse ponto, mas ainda não é certeza de que isso ocorrerá, pois qualquer obra que não está prevista no contrato de concessão desde 2008, ela é objeto de estudo da ANTT (agência que faz a gestão do contrato) e da Polícia Rodoviária Federal para a verificação se é realmente necessária a viabilização desta obra, para aí, sim, incluir no contrato e a concessionária poder executar essa construção, através de aditivos e reequilíbrio econômico/financeiro do contrato", disse o coordenador do CCSO da Regional Sul. {alertInfo}


Além de salvar vidas, o dispositivo também é importante para o Meio Ambiente, na medida em que evita possíveis danos por derramamento de carga perigosa. Até o momento, essa Área de Escape já foi utilizada por quatro veículos com carga de produto perigoso, sendo óleo lubrificante, etanol (duas vezes) e inflamáveis diversos.

A estrutura da Área de Escape também é projetada para preservação ambiental, contando com sistema de drenagem que separa água de produto perigoso. Até o momento, o uso do sistema não foi necessário, porque não houve vazamento de carga no local.

Simulado de acidente com produto perigoso é realizado na Regis Bittencourt
Simulado de acidente com produto perigoso é realizado na Regis Bittencourt



Fonte: Arteris Regis Bittencourt
Fonte: Site Rodonews 

Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

Postagem Anterior Próxima Postagem