História e cronografia dos 70 anos da Arju História e cronografia dos 70 anos da Arju - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

História e cronografia dos 70 anos da Arju

Akira Hanawa nascido em Bauru/SP, filho de Imigrantes japoneses e caçula de 4 irmãos teve ideia de contar essa história e cronografia dos 70 anos da ARJU com dois nobres objetivos: demonstrar gratidão aos seus irmãos que lhe deram a oportunidade de concluir seus estudos e homenagear também todas as diretorias, professores, atletas, amigos e familiares que fizeram e fazem história dessa agremiação respeitada pelas co-irmãs do Estado de São Paulo pelo voluntariado, união e fraternidade.

Akira Hanawa
Akira Hanawa



História e Cronografia dos 70 Anos da Arju é um trabalho elaborado com intuito de homenagear a ASSOCIAÇÃO REGISTRENSE DE JUDÔ pelos 70 anos de fundação e seus fundadores Nobuo Ogawa e Toraichiro Suzuki.

Nobuo Ogawa iniciou os treinos do judô em 1939 em São Paulo com seu tio Ryuzo Ogawa, tido como precursor do judô no Brasil.

Ogawa, com incentivo de seu grande amigo Toraichiro Suzuki, no dia 28 de outubro ano de 1952 fundou a ACADEMIA OGAWA BUDOKAN que depois recebeu o nome de REGISTRO BUDOKAN e hoje ASSOCIAÇÃO REGISTRENSE DE JUDÔ.

História e cronografia dos 70 anos da Arju

No dia 15 de setembro de 1957 em tempo recorde de 25 dias de construção, o Profesor Ogawa inaugurou sua primeira sede na Rua Oceania (hoje Rua Getúlio Vargas) em Registro-SP, prédio esse tido como um dos mais longevos dôjos (locais de treinamentos) do Brasil. A ARJU neste ano em que comemora 70 anos de fundação, inaugura nova sede mais ampla atendendo todos os requisitos de segurança, acessibilidade e conforto na Avenida Estados Unidos nº 120 na Vila Nova Ribeira, carinhosamente conhecida como Vila Budista. Os exemplares do livro “História e Cronografia dos 70 anos da ARJU” já estão disponíveis para venda, caso haja interesse entre em contato com secretaria da academia no endereço citado mais acima, telefone para contato (13) 998022801.



Postar um comentário

0 Comentários