Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

O Caiçarês: dicionário caiçara de Cananeia



O caiçara de Cananeia e litoral sul tem o seu próprio dialeto. Algumas palavras remontam ao português do século XVI. O caiçara Romeu Mário Rodrigues, que reside em Cananeia e que durante muitos anos trabalhou na Ilha do Cardoso, desde 1991 vem pesquisando as palavras e expressões do dialeto caiçara cananeense e, como fruto desse árduo garimpo, lançou, em 2007, o dicionário “O Caiçarês” (Composição Editorial).

O Caiçarês: dicionário caiçara de Cananeia


Funcionário aposentado do Centro de Pesquisas Aplicadas de Recursos Naturais da Ilha do Cardoso (CEPARNIC), em 3 de dezembro de 2018 Romeu Mário Rodrigues recebeu o título de “Professor Honoris Causa” da Fundação Hermínio Ometto “pela sua inestimável colaboração em prol da educação”.
O Caiçarês: dicionário caiçara de Cananeia
Romeu Mário Rodrigues com o diploma de Professor Honoris Causa”.

Um exemplo do dialeto caiçara de Cananeia: “O tempo está impridumido, mas não dará carraspana, somente uma borrasqueira”, cuja “tradução” é a seguinte: “O tempo está nublado, mas não dará tempestade, somente uma chuva fina”.

“O Caiçarês” trás muitas outras expressões tipicamente caiçaras de Cananeia, além de centenas de palavras, muitas delas genuinamente cananeenses. Abaixo, fizemos uma seleção de vocábulos ainda em uso pelos caiçaras de Cananeia.


Dicionário “O Caiçarês”, de Romeu Mário Rodrigues

A

Abedegado = filho bom.
Aborrido = triste.
Aíva = preguiçoso.

B

Barbatimão = maravilhoso.
Bater paranga = tirar ostras pequenas.
Biruvuna = ferida pequena.

C

Caçacaio = pessoa que não vale nada.
Caçutu = pessoa importante; político.
Canhangá = marisco cozido.
Carraspana = tempestade.

D

Desgotar = tirar água da canoa.
Despinhocar = limpar.
Dorera = dor no corpo.

E

Enfarado = enjoado.
Entranfulhar = empurrar.
Espirucar = cavoucar.

F

Fatexar = ancorar.
Foguetícia = bagunça
Frato = desmaio.

G

Galear = lambuzar.
Gambeta = pirraça.
Gasimbre = camarão.

H

Horas mortas = depois das 22h.

I

Imbaê = safado.
Incalistrado = pessoa ruim.
Incoe = grudado.

J

Jacuva = pirão de farinha e água fria.
Jazigo = parada da chuva.
Jurupu = talo de planta.

L

Lambido = paquera.
Lasca = grande.
Lhenca = muito.

M

Macacouá = mal-estar.
Mãe do corpo = útero.
Mandipuva = azedo.
Moqueim = sem fazer nada.

N

Nem porva = nada.
Nhamoréia = regata de canoas.
Ninanga = balança.

O

Obrar = defecar.
Ovura da lua = maré enchente.
Ouvidor = líder da pesca.

P

Pampeiro = chuva e vento forte.
Pararaca = chuva rápida.
Pardá = fim de tarde.

Q

Quilha = pau que fica no fundo do barco.
Quira = fruta verde.

R

Rabear = tirar o corpo fora.
Ramo de ar = doença nos olhos.
Rebardaria = bagunça.

S

Sanananga = sem firmeza; mole.
Sapiranga = inflamação nos olhos.
Saprema = alavanca.

T

Tarimba = cama.
Tenda = bigorna.
Tiriuma = café simples.

U

Urucaca = saci.
Uvura = mudança da maré.

V

Vanzeiro = marola.
Verava = boa.
Vovuia = água turva.

X

Xeita = jogar beijo.
Xérem = café com farinha de milho.

Z

Zimbrar = cair.
Zolho = olho.


ROBERTO FORTES
ROBERTO FORTES, historiador e jornalista, é licenciado em Letras e sócio do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.  E-mail: [email protected]
(Direitos Reservados. O Autor autoriza a transcrição total ou parcial deste texto com a devida citação dos créditos).
·       A Musa Impassível
·       A sereia da Jureia
·       A tragédia do Quatinga
·       A velha e o porco
·       A vila de Ararapira
·       A vila do Ariri
·       Aconteceu em Cananeia
·       Apiaí da Ribeira
·       As profecias de Cananeia
·       As reinações do Saci
·       As Sete Barras de Ouro
·       Eldorado: Uma História
·       Falares caiçaras
·       Itapitangui
·       Ivaporunduva
·       Lendas iguapenses
·       Marujá
·       Minas de Ivaporunduva
·       Moralidades ribeirenses
·       Morro do Votupoca
·       O acendedor de lampiões
·       O Bacharel de Cananeia
·       O Caminho do Imperador
·       O Forte de Mosquera
·       O menino do Guaviruva
·       O ouro de Iporanga
·       O tesouro de Cananeia
·       O Trem de Juquiá
·       Tragédia no Baissununga




Postar um comentário

0 Comentários