Últimas Notícias

Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP






No último dia 23 de setembro de 2018, nosso querido amigo Tuti ex jogador da Ponte Preta de Campinas e do Vasco da Gama, recebeu uma linda homenagem no Estádio Victório Scuro”, evento organizado pelo Colorado Esporte Clube na cidade de Americana-SP, Tuti foi campeão pelo Vasco da Gama em 1968 pela segunda divisão do futebol paulista, aonde em partida decisiva ele foi autor de um dos gols.
Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP
Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP


Tuti foi campeão pelo Vasco da Gama em 1968 pela segunda divisão do futebol paulista
Tuti foi campeão pelo Vasco da Gama em 1968 pela segunda divisão do futebol paulista


Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP
Tuti e seu filho Marcelo


Tuti, autor de um dos gols do título que o Vasco da Gama conquistou na década de 60


Sobrou emoção no “Memoráveis do Victório Scuro”, evento organizado pelo Colorado Esporte Clube, domingo 23 de setembro de 2018, para homenagear jogadores e dirigentes que passaram pelos extintos times do Vasco da Gama, AEC (Americana Esporte Clube) e Sete de Setembro, times que representaram Americana (SP) em campeonatos de futebol profissional e que realizavam seus jogos no lendário estádio do bairro Conserva, hoje denominado de Arena Colorado. Do “Vasquinho” também foram homenageados jogadores da época do amador.


Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP
Filho  de Tuti Marcelo Spina, Dr Jader, Peron ,Daniel, Indalécio ,Carequinha ,Pedrinho e Alemão.


Uma das feras do passado presente ao “Memoráveis” foi o ex-atacante Tuti, que marcou um dos gols do título de 1968 do Vasco no Campeonato Paulista da Segunda Divisão (correspondente a atual Série A3), que teve a decisão no ano seguinte. De acordo com o jornalista e historiador Gabriel Pitor, a final foi contra o Municipal de Paraguaçu Paulista, no dia 20 de abril de 1969, e o time de Americana ganhou por 2 a 0. O jogo foi no Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru, e os gols marcados por Tuti e Martins.




Além de Tuti, também foram à Arena Colorado os ex-jogadores Moacir Guaçu (que jogou por Vasco, AEC e Rio Branco), Adalberto, Marcão, Nenê, Melo, Becati, Romualdo e Miltinho, entre outros. Muitos jogadores do período amador, que residem em Americana, também estavam presentes. Todos receberam uma medalha e uma camiseta personalizada do evento.

“Na minha modesta opinião, o evento ultrapassou as expectativas que a gente tinha. Não apenas pela participação em número, mas também na qualidade e na intensidade com que os ex-atletas viveram aquele momento. 

Não foram raros os momentos de choro, choro de alegria, choro de saudade, choro do tipo ´até que enfim alguém prestou uma homenagem´. Não tem como não avaliar de maneira mais do que positiva”, afirmou o médico Rogério Panhoca, presidente do Colorado.

“A participação dos familiares também me deixou bastante emocionado. Filhos, netos, bisnetos, todos com olhar de orgulho para os homenageados. Isso ficou marcante para todo mundo. Os abraços carinhosos que recebi, tanto dos homenageados como das famílias, não têm preço”, acrescentou o presidente.

“Também me chamou muito a atenção o empenho dos staffs do Colorado, que se esforçaram muito. Só tenho que agradecer a todos, que realmente deram a alma para que o evento se realizasse com tamanha perfeição. Sem contar a aula de história que o Gabriel Pitor deu em suas falas. Um mestre na história dos times de Americana, em especial do Vasquinho”, finalizou Panhoca.





Fonte : Site "Jornal O Jogo"  By Zaramelo Jr.

Um breve relato sobre a História do Tuti

Um breve relato sobre a História do Tuti
Airton José Spina, o Tuti


Airton José Spina, o Tuti, começou a jogar futebol em Campinas, sua cidade natal, no ano de 1957 pelo time amador do Real Madrid, localizado no bairro Guanabara.

Nascido em 19 de fevereiro de 1945, Tuti passou ainda pelo Esporte Clube Mogiana entre 1958 e 1960 antes de vestir a camisa da Ponte Preta em 1961, onde sagrou-se campeãoinfantil invicto.

Foi juvenil da Ponte entre 1962 e 1963 e profissionalizou-se pela Macaca em 1964, ano em que o clube foi vice-campeão da Primeira Divisão.

Permaneceu na Ponte Preta até 1966, transferindo-se em seguida para o União Agrícola Santa Bárbara.

Ainda atuou pelo Nacional-SP, onde foi vice-campeão da Primeira Divisão em 1967 e entre 1968 e 1970 jogou no Vasco da Gama de Americana-SP, para encerrar sua carreira no ano seguinte, defendendo o Guaçuano Esporte Clube, também do interior paulista.

Após deixar os gramados, Tuti foi gerente de várias empresas: uma revendedora Olivetti, de uma fábrica de palmito no Paraná, da Casa das Máquinas e também proprietário da Tuti Automóveis.

Em 1975, ao lado de Wanderley Manoel, o Wandinho, fundou a Litomaq, uma papelaria localizada na cidade de Registro, cidade do Vale do Ribeira, onde reside atualmente.

Filho do casal Pedro Spina e Diva Zonolini Spina, o querido Tuti nunca deixou definitivamente o futebol, tendo participado de diversos torneios amadores.

Foi campeão pelo Brasinhas, Comercial, Casa das Máquinas (futebol de salão), Porto de Iguape e da Sabesp, além do bicampeonato pelo Gravolito, torneio de futebol de salão inter-firmas.

E além de continuar batendo sua bolinha, Tuti adora pescar e leva o hobby a sério. Ele é bicampeão de pesca Bonnenkai e Shinenkai. Seus triunfos inesquecíveis são um Piranbiju de 16 quilos, uma Pescada de 13 quilos e um Robalo de 10,6 quilos e um Robalo de 19 kilo s e 800 gramas em Cananéia.


Tuti reside atualmente na cidade de Registro-SP, ele é empresário dono da Litomaq Papelaria e móveis para escritório.

Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP
Tuti ex-jogador do Vasco da Gama e Ponte Preta recebe homenagem em Americana-SP


Móveis para informática, móveis para escritório, bebedouros, cofre, máquina calculadora, arquivos de aço, prateleiras de aço, cadeiras, poltronas, ventiladores.

Fone: (13)3821-3369 ou (13)3822-2709
Celular: (13)99108-9474

Rua Gersoni Nápoli nº162, Centro - Registro-SP