Observação de botos-cinza em Cananéia é opção de atividade de férias Observação de botos-cinza em Cananéia é opção de atividade de férias 1
Siga nosso Canal no Whatsapp

Observação de botos-cinza em Cananéia é opção de atividade de férias

Observação de botos-cinza em Cananéia é opção de atividade de férias

Cidade do Litoral Sul de São Paulo, inserida na Grande Reserva Mata Atlântica, é um dos melhores destinos do Brasil para avistar esse golfinho na natureza

Para quem quer fugir do agito e superlotação dos destinos de praia e sol, os de natureza são uma alternativa. Localizada no maior e mais bem preservado contínuo de Mata Atlântica do Brasil, Cananéia é uma das melhores opções de ecoturismo, e com um ponto a mais: observação de botos-cinza, ou como também são chamados, os golfinhos de Cananéia. Para melhorar a experiência, o Projeto Boto-cinza, uma realização do Instituto de Pesquisas Cananéia – IPeC e patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental, lançou um aplicativo gratuito com dicas para observar o animal e de atrativos turísticos.

Pegar horas de avião, passagens com alto custo para ver golfinhos em cativeiro em outro país? Não! A menos de 300 km de São Paulo capital está localizada Cananéia, um dos melhores destinos no Brasil para observar o boto-cinza livre na natureza, que também é conhecido como golfinho.

A experiência de ver um boto-cinza na natureza é inesquecível, como afirma Caio Louzada, coordenador do Projeto Boto-cinza. Mas o pesquisador pondera que para ser assim é preciso seguir algumas orientações, garantindo a segurança do animal e a dos turistas.

Para isso, o Projeto Boto-cinza lançou uma animação com dicas de como aproveitar o momento da melhor forma possível e ainda garantir fotos e vídeos de qualidade da experiência. Assista clicando aqui!

“Com um vídeo curto e objetivo, mas com uma linguagem leve e divertida, trazemos orientações e boas práticas para que a atividade seja feita de forma segura para todos, aos animais e aos turistas”, anuncia o coordenador.

O pesquisador diz que as orientações visam minimizar os problemas que alguns destinos no Brasil já enfrentam na atividade de observação de animais marinhos. “Há cidades em que a atividade que é para ser uma experiência inesquecível acaba impactando a qualidade de vida desses animais, tendo embarcações que perseguem os animais, que bloqueiam a passagem, lixo no oceano, além de outras atitudes perigosas, como querer tocar no animal. Por isso, com a animação, queremos fortalecer a atividade de observação do boto-cinza, mas de uma forma segura”, reforça Louzada.

No final e início do ano, a movimentação de embarcações aumenta, portanto, segundo o coordenador, a animação se torna ainda mais necessária. 

“Durante um passeio comum pelo estuário de Cananéia é comum e fácil ver os botos-cinza, o que pode ser uma oportunidade de fazer a atividade mesmo para quem não foi à cidade com esse propósito, por isso, ter a informação fácil, na palma da mão, auxilia que a atividade seja feita de maneira segura e responsável”, acrescenta o coordenador.

Ecoturismo


Inserida, no território da Grande Reserva Mata Atlântica – destino de natureza no maior e mais bem preservado contínuo de Mata Atlântica do mundo, Cananéia tem muitos atrativos turísticos, que podem ser adicionados junto ao roteiro de observação dos botos-cinza. 

“Cananéia tem atividades para diferentes públicos e bolsos, há trilhas, cachoeiras e até mesmo praia e ilhas, sem contar uma culinária típica de muita qualidade, com passeios que podem ser feitos em comunidades tradicionais como caiçaras e quilombolas. 

Mas muitas pessoas desconhecem esse potencial ecoturístico. Aqui, o turista encontra uma experiência completa, desde observar os botos-cinza até viver uma imersão na cultura de Cananéia”, finaliza Louzada.

Para os turistas interessados em conhecer a região, a Grande Reserva Mata Atlântica tem roteiros para Cananéia.


Programação de férias


Além dos atrativos, de dezembro de 2023 a fevereiro de 2024, o Projeto Boto-cinza realizará, às sextas e sábados, palestras e espetáculos de Educação Ambiental com diversas temáticas sobre a cultura e biodiversidade da região.

Sobre o Projeto Boto-cinza

O Projeto Boto-Cinza é uma iniciativa do IPeC que visa o conhecimento e a conservação desta espécie, bem como do seu habitat. As atividades tiveram início na década de 80 na região de Cananéia, litoral sul do Estado de São Paulo. 

Ao longo deste período foram desenvolvidos inúmeros trabalhos de conclusão de curso, dissertações de mestrado e teses de doutorado com o apoio do Instituto de Pesquisas Cananéia e parcerias com diferentes instituições de ensino e pesquisa do Brasil e do exterior. 

Além da pesquisa científica, a equipe do projeto promove atividades de educação, conscientização ambiental e valorização da cultura local, o que confirma seu papel como importante colaboradora na busca de soluções para os problemas socioambientais da região. 

O projeto participa de redes gestoras das áreas ambiental, turística e cultural e os resultados dos estudos desenvolvidos são disponibilizados, passando a ser incorporados em pautas de discussões da agenda local.

Observação de botos-cinza em Cananéia é opção de atividade de férias
Créditos foto: Caio Noritake



Postar um comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!

Postagem Anterior Próxima Postagem