Fundação Florestal abre chamamento para compra de 15 toneladas de sementes de palmeira-juçara Fundação Florestal abre chamamento para compra de 15 toneladas de sementes de palmeira-juçara - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Fundação Florestal abre chamamento para compra de 15 toneladas de sementes de palmeira-juçara

Podem participar do processo agricultores familiares, comunidades tradicionais, associações e cooperativas. O prazo para inscrição é 28/02.


Pessoas físicas e jurídicas, associações, cooperativas, pequenos agricultores e agricultores familiares assentados, quilombolas e comunidades tradicionais interessados na venda de sementes despolpadas da palmeira-juçara já podem se inscrever no quinto chamamento lançado pela Fundação Florestal. O objetivo é a aquisição de 15 toneladas de sementes, no valor unitário de R$ 7,51, que serão destinadas ao plantio de 300 hectares em Unidades de Conservação do estado. O processo de seleção ficará aberto até o dia 28/2, às 16 horas.

O Programa Juçara constitui uma iniciativa pioneira da Fundação Florestal em parceria com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, Secretaria de Desenvolvimento Regional, Secretaria de Desenvolvimento Econômico (por meio do Programa Vale do Futuro), Itesp, universidades, prefeituras e entidades representativas da sociedade civil que oferece uma alternativa de trabalho e de renda a pequenos agricultores e comunidades tradicionais nas regiões onde se insere.

A palmeira-juçara é uma espécie nativa da Mata Atlântica ameaçada de extinção. Sua preservação está diretamente ligada à manutenção da biodiversidade local. Sua semente e seu fruto servem de alimento para mais de 68 espécies, entre aves e mamíferos. Tucanos, jacutingas, jacus, sabiás e arapongas são os principais responsáveis pela dispersão das sementes, enquanto cotias, antas, catetos e esquilos, dentre outros, se beneficiam das sementes e frutos.

Para o coordenador do Programa Vale do Futuro, o Programa Juçara combina sustentabilidade econômica e ambiental e vai favorecer muito os agricultores da região do Vale do Ribeira. “Proporcionar aos agricultores obter renda a partir da semente e não do extrativismo do palmito é uma excelente maneira de aliar sustentabilidade ambiental, econômica e social. Além do recurso financeiro e do plantio das sementes, o programa propicia a permanência das pessoas que trabalham com essa cultura na região. O Vale do Ribeira tem a maior faixa de Mata Atlântica preservada do estado de São Paulo, tem, portanto, vocação para fornecer e receber essas sementes”, comenta.

Para os interessados em participar, todas as informações podem ser encontradas em https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/fundacaoflorestal/programas-e-campanhas/programa-jucara/

Fundação Florestal abre chamamento para compra de 15 toneladas de sementes de palmeira-juçara



Postar um comentário

0 Comentários