Cidade de Eldorado assina convênio com Itesp voltado à segurança alimentar em comunidades quilombolas Cidade de Eldorado assina convênio com Itesp voltado à segurança alimentar em comunidades quilombolas - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Cidade de Eldorado assina convênio com Itesp voltado à segurança alimentar em comunidades quilombolas

A prefeitura da Estância Turística de Eldorado, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e a Fundação Itesp assinaram, no dia 24 de maio, convênio para a execução do plano de trabalho “Descobertas, Desafios e Aprendizado sobre as Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANCs”, voltado às famílias remanescentes de quilombos do munícipio em situação de vulnerabilidade social.

O plano é resultado de proposta apresentada pelo CMDCA de Eldorado para o edital Fundos da Infância e da Adolescência (FIA), do Itaú Social, a qual foi selecionada e será executada pela Fundação Itesp, com recursos de aproximadamente 250 mil reais. As ações propostas no projeto irão assistir inicialmente cerca de 366 crianças e adolescentes de aproximadamente 192 famílias, alcançando um total estimado de mais de 660 pessoas, remanescentes de quilombos em situação de vulnerabilidade social com renda familiar de até 230 reais por pessoa.

O Itesp foi representado pelo diretor adjunto Samuel Maninho, acompanhado dos supervisores do Desenvolvimento de Eldorado, Marcelo Bento, e da Formação de Pariquera-Açu, Gerson de Oliveira, juntos ao prefeito Dinoel Pedroso Rocha e à presidenta do CMDCA, Suelem Aparecida de Lima Pelicer.

Segundo Marcelo Bento, "o objetivo principal é o enfrentamento da insegurança alimentar nutricional das famílias das comunidades tradicionais locais em situação de vulnerabilidade social, com foco nas crianças e adolescentes, oferecendo espaços seguros de convivência e estimulando o espírito resiliente e a cultura de paz na comunidade onde estão inseridas”.

A proposta do Itaú Social é que os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente de todo o país, que são os responsáveis pela gestão dos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, devam inscrever propostas que contribuam para a promoção, proteção, apoio e desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

Os projetos selecionados devem fomentar a garantia do direito à educação por meio de atividades que ofereçam o acesso a conteúdos de qualidade; atuem pela promoção da vida e da saúde, com ações de combate à fome e apoio nos cuidados à saúde física e mental, assim como promover iniciativas de enfrentamento e promoção de direitos que busquem impedir situações de violência, como o trabalho infantil e acolhendo crianças em situação de rua.

“Após um longo período de enfrentamento à covid-19, esperamos que esta nova edição do Edital FIA contribua para fortalecer os CMDCAs e as organizações atuantes nos municípios, para que continuem firmes no papel de assegurar a implementação de políticas públicas, visando a proteção e promoção dos direitos de crianças e adolescentes em seus respectivos territórios”, destacou a gerente de Fomento do Itaú Social, Camila Feldberg.
Cidade de Eldorado assina convênio com Itesp voltado à segurança alimentar em comunidades quilombolas


 

Postar um comentário

0 Comentários