Rede Brazucah e Legado das Águas levam formação audiovisual para 50 jovens das cidades de Tapiraí e Juquiá Rede Brazucah e Legado das Águas levam formação audiovisual para 50 jovens das cidades de Tapiraí e Juquiá - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Rede Brazucah e Legado das Águas levam formação audiovisual para 50 jovens das cidades de Tapiraí e Juquiá

Serão 12 encontros ministrados entre os meses de setembro e dezembro com aulas sobre história e linguagem de cinema, técnicas de captação de imagem, narrativas na era da internet entre outros

Rede Brazucah e Legado das Águas levam formação audiovisual para 50 jovens das cidades de Tapiraí e Juquiá


O cinema vem se tornando cada vez mais presente nas salas de aula ao longo dos anos - e, além de proporcionar entretenimento, tornou-se ferramenta de debate e reflexão para temas fundamentais da sociedade. Para contribuir ainda mais com esta arte e com o surgimento de novos talentos, o Legado das Águas – maior reserva privada de Mata Atlântica do país – e a Brazucah Produções firmaram parceria para oferecer formação audiovisual a 50 alunos e professores das cidades de Tapiraí e Juquiá, entre os meses de setembro a dezembro.

Rede Brazucah e Legado das Águas levam formação audiovisual para 50 jovens das cidades de Tapiraí e Juquiá


Esta nova atividade amplia o curso de formação de 2020, que capacitou jovens de escolas públicas de Miracatu para exercerem atividades de agentes culturais e produtores de conteúdo para a internet. Desta vez, serão contemplados cerca de 50 alunos, entre 15 e 17 anos, e professores da rede pública de Tapiraí e Juquiá com um curso on-line de produção audiovisual.

Dividido em 12 encontros, a formação contempla introdução à linguagem cinematográfica, técnicas de depoimentos e entrevistas, captação de imagens, montagem, narrativas na era da internet, divulgação em redes sociais entre outros temas. Além do conteúdo programático, os jovens recebem material didático, acompanhamento pedagógico à distância e indicações de textos, filmes, sites e vídeos temáticos para complementarem a referência audiovisual.

De acordo com Daniela Gerdenits, coordenadora de Parcerias e Responsabilidade Social do Legado das Águas, o objetivo da ação é fortalecer o protagonismo juvenil em temáticas socioambientais por meio da produção audiovisual.

“Esse projeto tem como principal objetivo dar espaço para a expressão dos jovens, contribuir para sensibilizar novos olhares sobre o papel deles na sociedade, os estimulando a perceber seus potenciais enquanto agentes de mudanças sociais, tendo o cinema e a produção audiovisual como meio de empoderamento. No ano passado, produziram um documentário com a temática racial, tema escolhido pelos próprios alunos. O documentário ficou incrível, tinha a personalidade, a marca de cada um dos participantes. O mais impressionante é que tudo foi produzido de forma caseira e 100% remota. Estamos muito satisfeitos com os resultados que já tivemos e temos certeza de que essa nova etapa também será surpreendente”, diz a coordenadora.

No final do curso, com o objetivo de colocar em prática os conteúdos trabalhados em aulas, os alunos produzirão webdocumentários que serão apresentados de forma on-line em dezembro deste ano. Estes filmes integrarão ainda a programação de sessões nas cidades com o projeto Cinesolar, primeiro cinema do país movido inteiramente à energia solar.

“Nossa proposta é oferecer um conteúdo teórico e prático que possa ampliar as possibilidades de produção dos estudantes, além de estimulá-los para realização de produções que busquem abranger diferentes narrativas da vida cotidiana de cada um dos participantes”, afirma Raphael Alario, coordenador da Rede Brazucah.

A formação da Rede Brazucah em Tapiraí e Juquiá é viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, patrocinada do Legado das Águas, apoio do Instituto Votorantim, com realização da Brazucah Produções e do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Sobre o Legado das Águas


O Legado das Águas é a maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil. Área de 31 mil hectares divididos entre os municípios de Juquiá, Miracatu e Tapiraí, no Vale do Ribeira, interior do estado de São Paulo, que alia a proteção da floresta e o desenvolvimento de pesquisas científicas a atividades da nova economia, como a produção de plantas nativas e o ecoturismo. Foi fundado em 2012 pelas empresas CBA – Companhia Brasileira de Alumínio, Nexa, Votorantim Cimentos e Votorantim Energia. É administrado pela Reservas Votorantim LTDA. e mantido pela Votorantim S.A, que também em 2012, firmou um protocolo com o Governo do Estado de São Paulo para viabilizar a criação da Reserva e garantir a sua proteção. Mais do que um escudo natural para o recurso hídrico, o Legado das Águas trata-se de um território raro e em estágio avançado de conservação, com a missão de estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável. Saiba mais em www.legadodasaguas.com.br

Sobre a Rede Brazucah:


A Rede Brazucah alia cinema e educação e já formou mais de 1000 alunos. O projeto leva a exibição de filmes brasileiros para dentro das salas de aulas de instituições de ensino, além de capacitar alunos e professores para produzir sessões, mediar debates em suas escolas e utilizar o audiovisual como ferramenta pedagógica. A Rede Brazucah utiliza a estrutura de auditórios e equipamentos audiovisuais das próprias escolas e universidades, transformando estes espaços em salas de exibição para os alunos e a população local. Neste momento de pandemia de Covid-19, os encontros estão sendo ministrados de forma virtual.

Postar um comentário

0 Comentários