Post de Samuel Moreira sobre alunos da ETEC de Registro-SP gera debate sobre problemas da instituição Post de Samuel Moreira sobre alunos da ETEC de Registro-SP gera debate sobre problemas da instituição - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Post de Samuel Moreira sobre alunos da ETEC de Registro-SP gera debate sobre problemas da instituição

Sensibilizado com apelos de pais e alunos, deputado marcou reunião com a diretora-superintendente das ETECs para sexta-feira

Post de Samuel Moreira sobre alunos da ETEC de Registro-SP gera debate sobre problemas da instituição



O objetivo era parabenizar os alunos Victor Oussawa, Henrique Oliveira e Willian Pioker, da ETEC Registro-SP, pela iniciativa de criarem uma impressora em braile. Mas o post publicado pelo deputado federal Samuel Moreira, em seus perfis nas redes sociais, na segunda-feira (20/09), acabou atraindo centenas de comentários sobre a insegurança da instituição, no imóvel alugado que ocupa, entre outros problemas. Os seguidores do parlamentar expuseram os problemas da ETEC e pediram ajuda.

Ontem, o deputado publicou resposta informando que marcou reunião com a diretora-superintendente do Centro Paula Souza (CPS), Laura Laganá, na sexta-feira (24/09), para discutirem soluções para o problema imediato do aluguel, das instalações e das alternativas para a construção de um prédio. O CPS administra todas as escolas técnicas do Estado.

Entre os quase 300 comentários, publicados até ontem à noite, destacaram-se o de Hellen Antunes, mãe de dois alunos, que cedeu espaço para o relato da professora Eunice Couto: “A ETEC de Registro-SP foi criada em 2009 e até hoje não tem prédio próprio. Vivemos durante todo esse tempo (já são 12 anos), mudando de lugar, porque dependemos de locação e aluguel da Prefeitura”, conta a professora.

Elenice prossegue: “Hoje, estamos num prédio alugado e vivendo um terror: ameaçados de despejo pois o proprietário não quer mais fazer a locação; a Prefeitura Municipal diz não ter condições de manter a despesa do aluguel, que considera alto; o prédio é adaptado e não atende aos protocolos sanitários”. O relato da professora expõe ainda o quanto a situação preocupa o corpo docente, que, ainda assim, consegue oferecer um ensino de qualidade.

Em sua resposta, o deputado agradeceu a participação dos seguidores e elogiou o debate travado nos comentários. Moreira fez alguns apontamentos. “Lutei muito para a implantação da Escola Técnica de Registro, que antes só existia em Iguape. No primeiro momento, para que ocorresse a instalação, havia uma parceria entre Governo do Estado e a Prefeitura, onde esta última cederia o local. Isto que ficou estabelecido”, ponderou.


O deputado destacou a necessidade de prosseguir lutando por um terreno e os recursos para construir o prédio próprio da ETEC Registro. Citou como exemplo de perseverança o êxito alcançado com a vinda da Faculdade de Tecnologia (Fatec) para a cidade. “Também nós estamos utilizando a área e adequando a Escola Estadual Fábio Barreto. Procurando sempre agilizar a implantação e criar as condições.”

Sobre a ETEC Registro-SP, Moreira destacou ser “evidente que, no decorrer do tempo, nós precisamos intensificar essa luta, para a construção de um prédio próprio”. “Todas as conquistas que fizemos começaram, em princípio, com uma parceria. Como foi o caso da Unesp, por exemplo, onde a Prefeitura inicialmente também cedeu o local”. O deputado prometeu se empenhar na solução dos problemas imediatos da ETEC Registro-SP e pela possibilidade de construir um edifício próprio.

 

 

Postar um comentário

0 Comentários