Polícia Civil liberta vítima seqüestrada que era mantida em cativeiro no Vale do Ribeira Polícia Civil liberta vítima seqüestrada que era mantida em cativeiro no Vale do Ribeira - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Polícia Civil liberta vítima seqüestrada que era mantida em cativeiro no Vale do Ribeira

Policiais da Delegacia de Polícia de Miracatu, com apoio de policiais da Delegacia de Investigações Gerais – DIG de Registro e da Delegacia de Polícia do município de Juquiá libertaram, na tarde de ontem (14), um homem de nacionalidade paraguaia (42 anos), que havia sido seqüestrado e estava mantido em cativeiro em uma residência localizada na Estrada do Engenho, em Miracatu.

Polícia Civil liberta vítima seqüestrada que era mantida em cativeiro no Vale do Ribeira



Chegando ao local, um suspeito visualizou presença dos policiais e empreendeu fuga pela mata, deixando no local uma pistola calibre 380 com 13 munições intactas, um aparelho celular, duas correntes de aço, dois facões e um machado, objetos que foram apreendidos.

Em um quarto do imóvel, os investigadores encontraram a vítima, mantida com pouca alimentação e acorrentada pelo pescoço. Ela informou que havia sido seqüestrada na cidade de Praia Grande há 08 dias e que havia, no mínimo, três pessoas no local no cativeiro.

Polícia Civil liberta vítima seqüestrada que era mantida em cativeiro no Vale do Ribeira



Informou ainda que os criminosos exigiram de seus familiares, inicialmente, a quantia de 300 mil dólares, sendo que durante a negociação nestes oito dias, sua família fechou acordo com os criminosos pela quantia de 100 mil dólares pelo resgate, que deveria ser pago até o período da manhã de hoje (15). Porém, em conversas, a vítima soube que os seqüestradores a matariam nessa mesma data, mesmo efetuando-se o pagamento do resgate.

Todo o local foi periciado. Diligências prosseguem para identificação e prisão dos envolvidos.

Informações que auxiliem as investigações podem ser fornecidas, de forma anônima, através do telefone 181 (Disque Denúncia).


Assessoria de Imprensa – Polícia Civil (Deinter-6)

Postar um comentário

0 Comentários