Aos 57 anos, Sindicato Rural de Registro-SP amplia serviços em meio à Pandemia Aos 57 anos, Sindicato Rural de Registro-SP amplia serviços em meio à Pandemia - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Aos 57 anos, Sindicato Rural de Registro-SP amplia serviços em meio à Pandemia

São mais de 15 ações em andamento que atendem uma demanda de 2250 pessoas por ano gratuitamente nos municípios de Registro-SP e Sete Barras. Serviço foi ampliado para mais cinco cidades em meio à Pandemia.

Aos 57 anos, Sindicato Rural de Registro-SP amplia serviços em meio à Pandemia

Prestes a completar 57 anos de fundação, no próximo 24 de setembro, o Sindicato Rural de Registro contraria as expectativas do momento tanto econômicas quanto sociais do País, e amplia o número de cidades atendidas, como também o de serviços prestados ao produtor rural independente de que ele seja pequeno, médio ou grande investidor rural. “O Sindicato não é dos grandes, é de todos'', enfatiza Rubens Shimizu, um dos diretores do Sindicato.

Desde a sua retomada, há 20 anos, o Sindicato Rural atendia duas cidades do Vale do Ribeira, Registro e Sete Barras, agora inclui municípios do médio e Alto Vale como Iporanga, Itaóca, Cajati, Eldorado, Apiaí e Barra do Chapéu.

Além das questões nacionais que contribuem negativamente para o desenvolvimento das atividades sindicais, o Sindicato conta com parcerias das prefeituras municipais que precisam ser incrementadas, além das tímidas contribuições sindicais. “Hoje mais que nunca é necessário melhorar para facilitar os trabalhos e desenvolvimento das atividades e fomentar a economia nos municípios. Mesmo com a falta de recursos, o trabalho não pára. Queremos que o produtor se conscientize da importância do Sindicato, para seu aperfeiçoamento e fortalecimento”, reforçou Shimizu.

Um apoio importante tem garantido que os serviços do Sindicato se ampliem, como do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural que dá suporte à entidade com a promoção de parcerias com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

Nas duas últimas décadas, o Sindicato se firmou como o órgão máximo representante da Agricultura no Vale do Ribeira e se fortaleceu ainda mais com as parcerias na última década. “A partir do Governo Samuel com o apoio ao pequeno agricultor, começamos a oferecer os serviços aos produtores com o apoio das prefeituras e nos tornamos independetes”, lembra Joselma da Silva, coordenadora do Sindicato Rural de Registro. Nesta época começaram também a criação de alternativas de socorro aos produtores rurais.

São mais de 15 ações em andamento que atendem uma demanda de 2.250 pessoas por ano gratuitamente nos municípios de Registro e Sete Barras, avaliam Rubens e Joselma. Entre elas, as mais importantes hoje estão: a testagem contínua de COVID entre moradores nos municípios de Registro e Sete Barras ampliados para a população. Também são desenvolvidos cursos de aperfeiçoamento e de segurança em saúde do produtor, além de outras ligadas ao esporte, lazer e ações sindicais das mais diversas.

Graças a uma parceria entre voluntários ligados aos produtores rurais do Vale do Ribeira que uniram forças para garantir o uso e a distribuição de máscaras de proteção de rosto feitas de TNT para a população e agricultores na Região, com o objetivo de garantir mais segurança em saúde para essa parcela da população em relação ao Covid-19. Foram mais de 12 mil que foram distribuídas em propriedades rurais, feiras e locais onde o trânsito de agricultores é comum diariamente

E as ações passam também pela formação do produtor rural desde sua adolescência com o Programa Jovem Agricultor do Futuro que nos últimos 10 anos, vem trabalhando a formação técnica e humanística do cidadão, que vive no campo, mas nem por isto, não sabe o que fazer diante das dificuldades encontradas em seu local de trabalho.

Postar um comentário

0 Comentários