Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal propõe debates e ações, após a adesão à Campanha Sinal Vermelho Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal propõe debates e ações, após a adesão à Campanha Sinal Vermelho - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal propõe debates e ações, após a adesão à Campanha Sinal Vermelho

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal de Registro, após a adesão à Campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica, propôs ações e proporcionou reuniões e lives para debater o tema. Duas lives aconteceram nos dias 10 e 17, além de reuniões e acompanhamento de atendimento a algumas vítimas. A Campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, deflagada na primeira semana de agosto em Registro, trouxe o alerta e já aponta resultados positivos.

Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal  propõe debates e ações, após a adesão à Campanha Sinal Vermelho



Nas transmissões feitas pela Procuradoria Especial da Mulher, foram recebidos representantes da Prefeitura de Registro, a Secretária Municipal de Negócios Jurídicos e Segurança Pública – Drª Sandra Teixeira e a Secretária Municipal de Assistência, Desenvolvimento Social e Economia Solidária - Luciana Azevedo; da OAB, a Drª Amélia Godke – Coordenadora Regional das Comissões da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil do Vale do Ribeira e Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/Registro e da Defensora Pública do Estado, Drª Thais Valle – Coordenadora Auxiliar da Unidade de Registro, Titular da 2ª Defensoria Pública de Registro.

Neste primeiro momento, de acordo com todos os atores da Campanha, em Registro a fase é de mobilização, de que vários setores unidos discutam, estudem, articulem, viabilizem e construam uma Rede para o atendimento e acolhimento das mulheres em situação de violência doméstica. “O papel dos diferentes órgãos e de forma articulada é muito importante para mudarmos os números alarmantes, que nosso País enfrenta de violência contra a mulher”, destacou a vereadora Sandra Kennedy, presidente da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara. A também Procuradora Especial da Mulher, vereador Drª Inês Kawamoto, destacou o papel da entidade na Câmara: “Nosso papel é fazer pontes, encaminhar e apoiar essas vítimas”.

Em paralelo à Campanha, outras ações já estão, em andamento em Registro para o combate à violência contra a mulher. Uma delas é a criação da Casa Abrigo, a princípio prevista com sede em Registro, mas de amplitude Regional. Ainda em Registro, a revitalização do CRAM (Centro de Referência da Mulher), que como destacou a procuradora vereadora Sandra Kennedy, completa 11 anos de trabalho no Município, “Nesses pouco mais de uma década de trabalho o CRAM já realizou muito, mas nos últimos anos deixou de ser uma política afirmativa forte em nosso município. Fico feliz, com a retomada da importância que este setor merece, mas destaco que é necessária a presença de um profissional e advocacia no quadro de funcionários, para que o amparo seja completo às vítimas”, completou Sandra. Para maiores informações, sugestões ou denúncias entre em contato com a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal de Registro, tel: (13) 38281100 ou pelo e-mail: comunicacao@camararegistro.sp.gov.br.

Postar um comentário

0 Comentários