Lançamento oficinal da Campanha Salveo Rio Ribeira neste 04/09 Lançamento oficinal da Campanha Salveo Rio Ribeira neste 04/09 - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Lançamento oficinal da Campanha Salveo Rio Ribeira neste 04/09

Acontecerá no dia 04/09/2021, o lançamento oficinal da Campanha #SalveoRioRibeira, a partir das 7h na Praça Beira Rio, em Registro - SP.

Lançamento oficinal da Campanha Salveo Rio Ribeira neste 04/09



Dentre as ações programadas para o dia, teremos:


  • Remada
  • Pedala
  • Plantio


E finalizaremos com a Cerimônia Inaugural no @quintaldoribeira

Se você rema ou pedala e deseja participar, faça sua inscrição gratuitamente no site:

 






Participe conosco!

Você e sua família são nossos convidados de honra!

Esperamos por vocês!

Salve o Ribeira


Após 5 séculos das primeiras entradas dos colonizadores pelo rio Ribeira, que nós os nativos raizes chamavamos simplesmente de RIBERA, muito se transformou na paisagem da bacia.  Da vegetação original que cobria a extensão das barrancas e várzeas do baixo e médio Ribeira pouco resta atualmente incluindo os parques e reservas ambientais, e grande parte das áreas quilombolas, protegidas principalmente pela dificuldade de acesso e de mecanização devido a topografia, e também pela baixa fertilidade natural dessas áreas. 

O desmatamento acentuado das várzeas e a drenagem generalizada dos brejos e lagoas da bacia afetou o fluxo de água da  Ribeira em volume e perenidade. Além do desmatamento e atividades agropastoris, a construção de estradas e a urbanização em diversos pontos das barrancas causaram erosão e assoreamento da calha do rio. 

O crescimento urbano com ocupação desordenada do solo também impacta a qualidade da água da Ribeira através da destinação e tratamento inadequado de resíduos sólidos  e despejo de águas  não tratadas no rio. Atividades agrícolas mal planejadas e ou orientadas poluem as águas com agrotóxicos e adubos solúveis, contribuindo com a degradação  da qualidade da água.

Finalmente uma boa alma se despertou e propôs o movimento #SalveoRibeira, que a própria denominação define a grande missão. Imagino que entre as diversas tarefas hercúleas básicas do movimento será debater, avaliar e eleger propostas que visam resgatar e proteger as características originais da Ribeira, e abrir contatos e diálogos visando articular organizações públicas e privadas, e membros da sociedade em prol desta grande missão.

Importante definir as características naturais e ações prioritárias nos passos iniciais e futuros do movimento  #SalveoRibeira:  para recuperar o fluxo das águas, o volume e a perenidade da Ribeira:

Desativação de polders da bacia;

Desativação de drenos  nas várzeas baixas, brejos e lagoas da bacia;

Reflorestamento e recomposição da vegetação original das várzeas baixas e brejos da bacia;

Reflorestamento de morros e encostas íngremes.

A desativação de polders e drenos, visando a reversão de áreas agrícolas produtivas em áreas de proteção da Ribeira, significa ações de desapropriação de propriedades, compensação dos proprietários por serviços ambientais, ou na estimulação e financiamento de atividades agrícolas adaptadas aos objetivos protetivos da Ribeira. Novas atividades agroflorestais com espécies botânicas regionais de valor, como a gissara, a caixeta, a taboa e a brejaúva, podem ocupar as várzeas baixas e brejos. A compensação dos proprietários por serviços ambientais pode se concretizar pelo financiamento de infraestrutura voltada a exploração do agroturismo, agrofloresta, da pesca, dos esportes náuticos e de aventura.  

Áreas desapropriadas podem ser transformadas em parques estaduais, municipais, ou Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN), que é uma categoria de unidade de conservação criada pela vontade do proprietário rural, que pode desenvolver atividades sustentadas e protetivas da Ribeira. 

Outro ponto importante para ser informado aos participantes do movimento #SalveoRibeira diz respeito aos aspectos legais, das responsabilidades e das competências com relação à gestão do rio. Quais órgãos públicos podem de fato opinar concretamente nos problemas relacionados ao rio? A sociedade pode reclamar, conclamar, pedir, implorar, e rezar pela Ribeira, mas quem tem a competência legal para projetar, captar recursos e atuar na gestão do rio? Existe o comitê de bacia do Ribeira? Imagino que essa informação precede qualquer outra.

Na próxima contribuição abordarei o tema melhoria da qualidade da água da Ribeira

Por : Eng. Agrônomo Valdo franca, especialista em Gestão de Águas e Resíduos Sólidos Urbanos

Postar um comentário

0 Comentários