Filme brasileiro 3:03 ganha prêmio em Vancouver, Canadá Filme brasileiro 3:03 ganha prêmio em Vancouver, Canadá - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Filme brasileiro 3:03 ganha prêmio em Vancouver, Canadá

O curta-metragem de ficção científica “3:03”, produzido pela Lumix Art Films e dirigido por Lion Andreassa, acaba de ser laureado com o prêmio de Melhor Ator destinado a Adriano Arbool, que viveu o personagem protagonista Dr. Michel. O galardão vem de um dos principais festivais de cinema do mundo, o Vancouver Independent Film Festival.

Filme brasileiro 3:03 ganha prêmio em Vancouver, Canadá
CRÉDITO LUMIX ART FILMS

Para Adriano, que precisou falar a língua inglesa com propriedade em apenas 03 meses, o prêmio chegou como uma grande surpresa. “O primeiro da carreira e internacional! Fiquei extremamente emocionado e grato!” relata o ator.

Filme brasileiro 3:03 ganha prêmio em Vancouver, Canadá
CRÉDITO LUMIX ART FILMS

A façanha pela escolha de Adriano Arbool, na missão dada para que o ator ficasse craque nas pronúncias e vivesse um neurocientista que se torna cadeirante após um fenômeno inexplicável pela ciência, foi do diretor do filme. Andreassa apostou num gênero pouco explorado no Brasil e soube direcionar o ator em cena mediante sua visão cirúrgica, extraindo, com maestria, o resultado proposto.

“O nosso trabalho em lapidar cada tomada de cena é algo que requer muita determinação e sensibilidade. Ganhar o Vancouver Independent Film Festival me fez lembrar como é importante a presença do diretor também para a construção do personagem, como Scorsese fez quando lapidou o DiCaprio (Leonardo).” explica Lion Andresassa.

O elenco conta ainda com Dedé Duarte, Ian Bowes, Rafael Faria, Rogério Faria e Dimas Oliveira Junior (que também foi responsável pelo casting).

O filme “3:03” tem o roteiro de Xandy Novaski e ideia original do próprio diretor. Novaski ainda assina a assistência de direção ao lado de Lelê Correia e o filme conta com a produção executiva de Dani Meira, produção associada de Max Mendes, trilha original de Seraphus, pós-produção de som e mixagem da Jacarandá Swiss Company, edição, color grading e finalização de Fyyrio Hemeh, consultoria de Leide Rose, tradução de Charles Campos e Bruno Taniguchi (responsável pelo coaching para o inglês de Adriano).

Apoio Cultural: Prefeitura Municipal de Arujá, Besni, Surimex Stairlift, Diffusion Medicina Diagnóstica

Assista o trailer do filme: 




Postar um comentário

0 Comentários