Governo de SP inicia transferência de mais de 58 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade social Governo de SP inicia transferência de mais de 58 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade social - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Governo de SP inicia transferência de mais de 58 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade social

Primeira parcela dos benefícios Vale Gás e SP Acolhe já está disponível para aproximadamente 120 mil famílias

Governo de SP inicia transferência de mais de 58 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade social



O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, anunciou nessa quarta-feira, 21 de julho, o pagamento da primeira parcela dos benefícios Vale Gás, no valor de R$ 100,00, e SP Acolhe, no valor de R$ 300,00. O Investimento Estadual nos programas soma R$ 58.811.400,00.

“Com a vacinação da população paulista acontecendo em ritmo acelerado, estes benefícios têm importante papel social em um momento de vulnerabilidade, garantindo a segurança alimentar e proteção social”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

Para acessar o valor, o beneficiário precisa entrar no site do Bolsa do Povo (www.bolsadopovo.sp.gov.br), obter o protocolo e senha individual, e realizar o saque único nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil ou 24h.

O Vale Gás, programa de transferência de renda que vai pagar 3 parcelas de R$ 100,00 entre os meses de julho e dezembro de 2021, para compra de botijões de gás de cozinha (GLP 13kg), irá transferir o total de R$ 31.302.400,00, à 104.340 famílias em situação de vulnerabilidade social que vivem em comunidades e favelas.

O programa SP Acolhe está beneficiando 15.049 famílias paulistas inscritas no CadÚnico que tenham perdido pelo menos um membro para a covid-19, com 15.283 auxílios, totalizando investimento de R$ 27.509.400,00. O benefício de R$ 1.800,00, será pago em 6 parcelas mensais no valor de R$ 300,00, entre os meses de julho e dezembro de 2021.

“Estas essenciais e sensíveis iniciativas do Governo do Estado de São Paulo, sob a liderança do governador João Doria, contribuem para o equilíbrio orçamentário dessas famílias e dão oportunidade para a retomada da renda da população em maior fragilidade em todo território paulista”, finaliza Célia Parnes.

Quem está apto para receber o benefício Vale Gás?

O programa atende famílias que estejam cadastradas no CadÚnico, com renda mensal per capita de até R$ 178,00, priorizando famílias na extrema pobreza (isto é, com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa), que não recebem o Bolsa Família e residam em comunidades e favelas, os chamados aglomerados subnormais (segundo definição do IBGE).

Quem está apto para receber o benefício SP Acolhe?


O público-alvo da iniciativa são famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até 3 salários-mínimos que tenham perdido pelo menos um familiar vítima de covid-19, podendo ser pai, mãe, avô, avó, filho, filha etc., desde que o óbito tenha ocorrido dentro do núcleo familiar. O programa considera todas as estruturas familiares, exceto a unifamiliar (uma única pessoa), com filhos de todas as idades. Foram considerados os dados atualizados no CadÚnico até 19 de fevereiro de 2021; e os óbitos registrados no Sistema de Vigilância Epidemiológica (SIVEP-Gripe), da Secretaria de Estado da Saúde, até 21 de junho de 2021.

Para saber se é elegível aos benefícios, basta acessar o site oficial do programa Bolsa do Povo (www.bolsadopovo.sp.gov.br) e consultar usando o número NIS da família. Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar gratuitamente para a Central de Atendimento Bolsa do Povo: 0800 7979 800. O programa também disponibiliza o assistente virtual do Bolsa do Povo via Whatsapp, pelo número (11) 98714-2645, para orientações aos usuários.

O Governo do Estado de SP não liga ou envia mensagens de texto para solicitar informações de dados pessoais e nem para ativação de links de participação e/ou acesso a programas e serviços públicos oferecidos aos cidadãos.

Postar um comentário

0 Comentários