Chefs e cozinheiros do Vale do Ribeira terão catálogo de receitas típicas Chefs e cozinheiros do Vale do Ribeira terão catálogo de receitas típicas - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Chefs e cozinheiros do Vale do Ribeira terão catálogo de receitas típicas

Publicação é uma iniciativa do Legado das Águas com objetivo de valorizar e difundir a cultura e gastronomia regional.

Chefs e cozinheiros do Vale do Ribeira terão catálogo de receitas típicas



Com 18 receitas de 13 chefs, cozinheiros e cozinheiras, a gastronomia do Vale do Ribeira ganha um novo formato: o digital. O catálogo além de ser um guia de receita para qualquer pessoa apaixonada por gastronomia, também tem o objetivo de auxiliar para a composição de menu de restaurantes da região. O produto é fruto do projeto Trocas Criativas, uma iniciativa do Legado das Águas – maior reserva privada de Mata Atlântica do país –, em parceria com Sebrae e com os movimentos Dá Gosto Ser do Ribeira e Viva o Vale. O catálogo foi lançado nessa segunda-feira (26), e pode ser acessado pelo link: https://legadodasaguas.com.br/receitas-vale-do-ribeira/

As receitas que compõe o catálogo foram inscritas pelos participantes do projeto Trocas Criativas, que aconteceu em maio. O objetivo do projeto foi a troca de experiências e conhecimentos gastronômicos, por meio de um ciclo de apresentações com diversos profissionais durante cinco dias, e contou com 30 inscritos do segmento de turismo e gastronomia. Os encontros abordaram temas como o resgate histórico e cultural do Vale do Ribeira, contextualizando a importância da gastronomia na identidade local, além de nutrição, engenharia de cardápio, gastronomia criativa e finalizou coma inscrição das receitas.

De acordo com Daniela Gerdenits, coordenadora de parcerias e responsabilidade social do Legado das Águas, o catálogo vai contribuir como fortalecimento da cultura regional. “Com o formato digital, a possibilidade de alcance desse material é muito maior, levando o gostinho da região para dentro de casa. A gastronomia é um elo muito forte, é sensorial e emotiva, é uma excelente ferramenta para valorização cultural e um atrativo turístico”, diz.

Além de ter sido um parceiro na primeira etapa do projeto Trocas Criativas, o Sebrae, para complementar, também promoveu, em junho, uma capacitação técnica com foco em higiene e manipulação de alimentos, com realização pelo Senac. “A parceria com o Legado das Águas está sempre em linha com os nossos objetivos, que é fortalecer os empresários da região e trazer mais desenvolvimento. O Trocas Criativas foi mais um exemplo. Na primeira etapa contribuímos com a articulação com os profissionais que ministraram as apresentações e, nesse segundo momento, contribuímos com assuntos mais técnicos, que ajudam os empreendedores do ramo da gastronomia a melhorarem os processos em suas cozinhas, com soluções rápidas e aplicáveis aos negócios”, diz Leonardo Raupp, analista de negócios do Sebrae.



As ações na região também integram o movimento “Dá Gosto ser do Ribeira”, uma iniciativa Sebrae-SP e Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira (Codivar) para a construção do Plano Estratégico de Economia Criativa do Vale do Ribeira.

O catálogo

Marcelo Serafim, da consultoria Viva o Vale responsável pela formatação do catálogo, explica que as receitas que compõe o material valorizam os sabores e saberes da região. “São receitas que dificilmente serão encontradas em outros lugares do Brasil, justamente por serem preparadas com ingredientes típicos da região. O Vale do Ribeira tem muito potencial de ser um destino de turismo gastronômico, mas com um grande benefício associado que é o ecoturismo. Ao fomentar essas oportunidades, avançamos no desenvolvimento da região”, diz.

Serafim ainda complementa que a intenção é que o catálogo ajude outros empresários do segmento a diversificar e personalizar os seus cardápios. “O turista não vem para uma região tão rica em cultura caiçara, cabocla e indígena para comer batata frita ou pizza, espera muito mais. Imagine a experiência que é apreciar uma linda paisagem da Mata Atlântica tomando um delicioso um caldo verde de taioba, experimentando um ceviche de banana, ou finalizando com um brigadeiro de inhame? Depois de uma trilha repor as energias com umrobalo ao molho de mexerica? Um cafezinho com doce de pau de jaracatiá ralado? São experiências muito ricas e que marcam o turista. São receitas que estão no catálogo e que podem ser uma alternativa para diversificar o cardápio dos restaurantes da região”, sugere.

Saberes e Sabores regionais


O catálogo reúne receitas novas, mas também seculares, como o caldo de taioba da Virgínia do Santos, cozinheira. “É uma receita da minha mãe, aprendi com ela. Passar essa receita adiante me deixa muito feliz, além de ter um ingrediente muito gostoso, que é a taioba, típico daqui do Vale do Ribeira, mas também tem memória, afeto e carinho. É uma receita para fazer com a mão e o coração”, orienta a cozinheira.

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.

Postar um comentário

0 Comentários