Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Policia Ambiental apreende arma de fogo e atividade de caça ilegal em Sete Barras


Nesta quarta-feira (05/05), durante patrulhamento ambiental, em atendimento a denúncia anônima que versa sobre posse ilegal de arma de fogo e atividade de caça, a equipe da Policia Ambiental deslocou-se para o local na estrada da Sexta Gleba no município de  Sete Barras.

Policia Ambiental apreende arma de fogo e atividade de caça ilegal em Sete Barras


Durante a fiscalização, onde a Policia Ambiental localizou a casa do indivíduo indicado,  sendo que ao iniciarmos a vistoria fomos recepcionados pelo seu pai que indagado quanto ao teor da denúncia respondeu que não realiza a prática de caça, todavia, seu filho ainda pratica tal feito, com a autorização do Sr. realizamos vistorias pelo imóvel, onde encontramos em um quarto apetrechos e instrumentos utilizados na caça, assim como carnes de animais silvestres em um congelador, itens estes que pertencem ao seu filho, que não se encontrava pelo local, os itens apreendidos foram:




15 ( quinze ) kilos de animais silvestres ( partes de Cateto, Tatu e Cutia);

02 armas de fogo Espingarda.

05 (cinco) cartuchos deflagrados de calibre 32 de metal;

06 (seis) cartuchos intactos de calibre 32 de metal;

04 (quatro) cartuchos calibre 28 intactos;

14 ( quatorze) cartuchos deflagrados de calibre 28;

12 ( doze) cartuchos deflagrados de calibre 32;

06 (seis) cartuchos intactos de calibre 32;

2 (dois) calibres deflagrados de calibre 12;

233 espoletas;

2 potes de esferas;

1 pote de pólvora cheio;

2 apitos utilizados para caça;

2 ( dois) "artefatos balísticos";

Policia Ambiental apreende arma de fogo e atividade de caça ilegal em Sete Barras


Policia Ambiental apreende arma de fogo e atividade de caça ilegal em Sete Barras



NATUREZA: Apreensão de arma de fogo/atividade de caça ilegal.

MUNICÍPIO: Sete Barras/SP

DATA: 05MAI21

ENDEREÇO: Estrada da sexta gleba, Bairro Rio


MULTA R$ 30.000,00


Diante do exposto o Sr. foi conduzido a delegacia de Polícia de Sete Barras, onde a autoridade de polícia judiciária determinou a lavratura do BO/PC e o respectivo auto de exibição e apreensão, dos objetos e das dos animais silvestres abatidos.


Cabe salientar que os fatos se deram no interior da APA (Serra do mar) e zona de amortecimento do Parque Estadual Carlos Botelho


Quanto a medida administrativa foi lavrado o auto de infração ambiental no valor de R$ 15.000,00 por ter em depósito carne de animais silvestres abatidos, assim como o auto também no valor de R$ 15.000,00, ambos enquadrados no art.25 da resolução SIMA 005/2021.

Postar um comentário

0 Comentários