Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Apiaí e Iporanga são palcos para as gravações de atrações do FESTIVALE – Festival de Cultura, Economia Criativa e Empreendedorismo no Vale do Ribeira

 



O Festivale é uma realização do Grupo Cultural Tiduca



Apiaí e Iporanga são palcos para as gravações de atrações do FESTIVALE – Festival de Cultura, Economia Criativa e Empreendedorismo no Vale do Ribeira



O último final de semana, sábado (15) e domingo, 16 de maio, levou a produção do FESTIVALE – Festival de Cultura, Economia Criativa e Empreendedorismo no Vale do Ribeira, para as cidades de Apiaí e Iporanga, para a gravação de relatos de experiência com artistas locais.

No sábado, 15, a gravação foi realizada com a Associação de Artesãos de Apiaí, captando relatos de experiência junto ao Grupo Arte nas Mãos e Grupo Familiar Looze, que trabalham com cerâmica. Já no domingo, 16, as gravações ocorreram em Iporanga, com o relato de experiência do Sr. Arabelo Florindo da Silva e Família, Sr. Arabelo é um caboclo, violeiro, cantador, contramestre da folia de São Gonçalo, folião da bandeira do Divino e um exímio artesão, criando peças como cestarias, chapéus, vassouras e miniaturas de animais, utilizando materiais como madeira, taquara e cipó; dando continuidade aos trabalhos foi a vez de gravar o relato de experiência da comunidade do Quilombo de São Pedro; todos trazendo seus conhecimentos, a cultura e as tradições do Alto Ribeira.

Segundo Lilia Bonfim, membro da equipe executora do Festivale, “Esse final de semana foi renovador, entramos na casa de pessoas de bem, que levam uma vida saudável, fazendo o que gostam e lutando por seus ideais”.

O Festivale é realizado pela Associação Cultural Tiduca, por meio do Governo do Estado de São Paulo, através da Lei Aldir Blanc, sendo que as gravações cumpriram todos os protocolos de segurança em decorrência das medidas de contenção da COVID-19.

A princípio o FESTIVALE deveria acontecer até o final do mês de abril, contudo o STF concedeu liminar ao Estado de São Paulo, prorrogando as atividades até o final do ano, sendo que o FESTIVALE deverá acontecer até outubro, segundo a previsão dos organizadores.

O FESTIVALE será realizado de forma online com duração total de seis dias, divididos em três finais de semana consecutivos, com data ainda a ser confirmada. A programação do evento foi pensada para que o público tenha diversas opções de participação e interação e contará com rodas de conversa, oficinas, relatos de experiências, apresentações artísticas, apresentações de pratos típicos, curso de empreendedorismo e bazar online, envolvendo participantes de dez cidades do Vale do Ribeira.

Postar um comentário

0 Comentários