Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Deputada propõe alteração no Estatuto do Idoso para dar gratuidade nos ônibus para idosos doentes com mais de 60 anos


Para que os idosos com mais de 60 anos, que precisam fazer tratamento de doenças graves, possam ter gratuidade nos ônibus das linhas intermunicipais e municipais, a deputada federal Rosana Valle (PSB) propôs alteração na Lei 10.741, de 2003, o Estatuto do Idoso. Aprovada a mudança (PL 621/2021), a gratuidade para os idosos doentes passará a valer em todo o País.

Deputada propõe alteração no Estatuto do Idoso para dar gratuidade nos ônibus para idosos doentes com mais de 60 anos



Decreto do Governo do Estado de São Paulo terminou com a gratuidade nas linhas de ônibus intermunicipais aos idosos entre 60 e 65 anos em todo o Estado, atingindo dramaticamente pessoas que precisam se deslocar entre as cidades da região para fazer tratamento de câncer, por exemplo. Nas linhas intermunicipais da Baixada, da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, EMTU, idosos entre 60 e 65 anos agora têm que pagar tarifa cheia.

A deputada apelou ao governador João Doria para que abrisse uma exceção no decreto, permitindo que os idosos doentes, que precisam se deslocar entre as cidades da região para fazer tratamento, pudessem voltar a ter o cartão gratuidade nos ônibus intermunicipais.

Como não obteve resposta do Governo do Estado, a deputada já tomou providências para viabilizar a volta da condução grátis para, pelo menos, às pessoas com doenças graves, agora tanto nos ônibus intermunicipais como municipais.


“Muita gente que mora em outras cidades precisa se deslocar até o Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, para fazer quimioterapia, entre outros tratamentos. Conheço gente que toma quatro conduções e está deixando de fazer o tratamento que pode lhes salvar a vida. Isso é muito cruel, principalmente agora nesta frase mais grave da pandemia”, disse a parlamentar.

Dessa forma, ela propôs a seguinte redação para o Artigo 39 do Estatuto do Idoso: “No caso das pessoas, na faixa etária entre 60 e 65 anos, ficará a critério da legislação local dispor sobre as condições para exercício da gratuidade nos meios de transporte previstos no caput deste artigo, salvo quando essas estiverem em tratamento contra câncer e outras patologias, durante o qual será devida a gratuidade”. Ou seja, aprovada esta mudança no Estatuto do Idoso, a gratuidade será para todos idosos que precisam se deslocar para fazer tratamento de doenças graves.

Postar um comentário

0 Comentários