Vereador Fabio Tatu prioriza Saúde e Educação neste início de ano Vereador Fabio Tatu prioriza Saúde e Educação neste início de ano - O Vale do Ribeira

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Vereador Fabio Tatu prioriza Saúde e Educação neste início de ano


Nesta semana o vereador Fabio Tatu (PSB) voltou seus esforços para a Saúde e a Educação e seus impactos frente à pandemia. Na Saúde, o foco foi o atendimento médico no UPA, a implantação da Central de Monitoramento Covid e o Plano Municipal de Vacinação contra o Coronavírus. Já na Educação, as pautas foram a retomada das aulas presenciais, a cesta de alimentos, o transporte escolar e melhorias na infraestrutura. 


Vereador Fabio Tatu prioriza Saúde e Educação neste início de ano



O vereador esteve com o secretário municipal de Saúde, Edson Gauglitz, e questionou a situação do atendimento médico na UPA, que por diversas vezes dispõe de apenas 1 médico em atendimento. A situação foi normalizada, porém é preocupante as frequentes lacunas na escala. Foi questionada também sobree a questão da oferta dos medicamentos e a comunicação entre a gestão do serviço com a Secretaria Municipal. Foi reforçada a solicitação da implantação de uma Central de Monitoramento Covid, que possa ter início imediato e permanecer, durante e após, o período de vacinação, com equipe estruturada e em número suficiente. Outra solicitação foi sobre o Plano Municipal de Vacinação. Data de chegada das vacinas, quantidades, locais de vacinação, treinamento e segurança das equipes, entre outras situações. De acordo com o secretário, a equipe de planejamento está engajada e apresentará o Plano na próxima semana. 

Vereador Fabio Tatu prioriza Saúde e Educação neste início de ano

Na área da Educação, a conversa com a secretária municipal de Educação, Fabiana Costa abordou diversos temas. 

RETOMADA DAS AULAS PRESENCIAIS - De acordo com a equipe, existe uma previsão inicial (ainda a ser definida) para o início de março/2021. O retorno da rede estadual em fevereiro, a volta dos supervisores de ensino que estão em férias e a realização de uma pesquisa com a comunidade escolar são fatores que podem interferir diretamente nesta previsão. 

CESTA DE ALIMENTOS - Como a execução orçamentária para aquisição dos alimentos depende dos dias letivos, a decisão por nova compra e distribuição depende também do retorno presencial ou da manutenção das aulas remotas, assim como do percentual de alunos que irão frequentar as aulas presenciais, pois também é necessário garantir a alimentação deles. Assim, provavelmente fique também para o mês de março a primeira aquisição das cestas.

TRANSPORTE ESCOLAR - O contrato esteve suspenso durante toda a pandemia e, por determinação do governo estadual devido ao retorno da rede, será reativado em fevereiro. Mas ainda não ficou definido como será feito o pagamento, se integralmente pelo Estado ou com a contrapartida municipal. 

MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA - De acordo com a equipe, a rede ganhou a nova creche municipal do Jardim Virgínia, que disponibilizará 48 vagas para as crianças. Também está sendo realizada a cobertura e melhoria da quadra da escola Jovino Silveira, além de algumas melhorias nas escolas Juscelino Kubitschek e José de Carvalho.

Postar um comentário

0 Comentários