Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Legado das Águas conquista Selo de Qualidade no Turismo


Certificação concedida pelo Sebrae-SP e Codivar reconhecem empresas do segmento no Vale do Ribeira 

Legado das Águas conquista Selo de Qualidade no Turismo


Empresas da região turística Caminhos da Mata Atlântica no Vale do Ribeira – que compreende as cidades de Registro, Miracatu, Sete Barras, Juquiá e Itariri – foram “seladas” pela qualidade da sua atuação no segmento. O Legado das Águas – maior reserva privada de Mata Atlântica do país – está entre as 28 empresas certificadas pela iniciativa do Sebrae-SP e o Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira e Litoral Sul (Codivar), que tem como objetivo reconhecer e dar mérito aos empreendimentos do setor localizados na região, os fortalecendo como rede e destino de turismo nacional. 

Legado das Águas conquista Selo de Qualidade no Turismo

De acordo com Ricardo Oliveira, consultor do Sebrae-SP e gestor do projeto Selo de Qualidade no Turismo, a edição de 2020 foi voltada para a região Caminhos da Mata Atlântica e puderam participar empresas ligadas direta e indiretamente ao turismo. Ao todo, 32 empreendimentos se inscreveram e 28 foram certificados. 

O projeto também incluiu capacitação gratuita em gestão e finanças, com conteúdo sobre inovação, marketing digital, experiência de compra do cliente e consultorias gratuita oferecidas pelo Sebrae-SP. Todo o processo teve duração de seis meses. “As empresas também foram qualificadas e avaliadas em critérios como coleta seletiva de lixo, presença digital, acessibilidade a deficientes físicos, engajamento para a participação no turismo e valorização da cultura regional pela culinária como pratos típicos, decoração, artesanato, entre outros. As empresas que não conquistaram o selo em 2020, poderão participar em 2021 novamente”, explica Oliveira. 

O consultor diz, também, que além de incentivar os empreendimentos a investirem em qualidade, o Selo de Qualidade no Turismo pretende dar mais visibilidade à região como um destino turístico no país. “A ideia é formatar roteiros comerciais, ou seja, mostrar ao turista que naquela região tem pacotes de atividades que podem ser feitas em um dia ou em um final de semana, e tudo isso com qualidade e certificação. O Caminhos da Mata Atlântica tem atrativos tão competitivos quanto aos mais famosos no país, com essa iniciativa, que conta com diversos parceiros – como as secretarias e conselhos de turismo da região –, queremos fortalecer ainda mais essas potencialidades”, completa. 

A entrega do selo às empresas certificadas aconteceu no final de dezembro. 


Para Daniela Gerdenits, coordenadora de parcerias e responsabilidade social do Legado das Águas, a conquista do selo reforça o trabalho que a Reserva vem realizando na melhoria contínua do portfólio de atividades de ecoturismo, aliado ao desenvolvimento socioeconômico da região. “O trabalho de fortalecimento da rede de turismo sempre foi um dos focos de atuação do Legado das Águas. Um exemplo é o Plano de Turismo Integrado Regional (PTIR), pelo qual tivemos resultados muito expressivos, principalmente auxiliando Juquiá, Miracatu e Tapiraí a conquistarem o título de Municípios de Interesse Turístico (MIT) pelo governo do Estado de São Paulo. Por outro lado, assim como muitos empresários, também estamos aprendendo a fazer ecoturismo na Mata Atlântica, portanto, participar e ser certificado em uma iniciativa tão relevante para o fortalecimento dessa rede foi uma experiência muito rica para nós. Sempre falamos que não somos uma ilha, queremos ajudar a crescer e crescendo junto”, diz Daniela. 

Dos requisitos avaliados para a certificação, Daniela reforça dois no Legado das Águas: acessibilidade e presença digital. “Desde o início das atividades, em 2017, temos investido em melhorias estruturais para que o ecoturismo na Reserva seja para todos. Hoje, temos opções que podem ser praticadas por deficientes físicos ou com mobilidade reduzida em meio a floresta, um dos poucos destinos do país com essa estrutura. Já com a presença digital, dentre os nossos objetivos está o fortalecimento da Mata Atlântica como um destino de turismo. As pessoas têm opções incríveis e muito perto, mas por desconhecerem esses destinos, acabam por hipervalorizar viagens internacionais para conhecer o que podem encontrar a um pouco mais de duas horas da capital paulista”, finaliza. 


Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim 


O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.

 

Postar um comentário

0 Comentários