Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Polícia Civil desarticula associação criminosa especializada em aplicar golpes pela internet

Policiais da 1º Delegacia de Investigações Gerais da DEIC (Divisão Especializada de Investigações Criminais) prenderam em flagrante, na tarde de ontem (02/09), um homem (30 anos) suspeito de participar de uma associação criminosa especializada em aplicar golpes financeiros através de plataformas digitais de venda e compra de mercadoria.

Polícia Civil desarticula associação criminosa especializada em aplicar golpes pela internet


A investigação teve início quando as vítimas procuraram às Delegacias de Polícia relatando terem sofrido prejuízos econômicos após terem realizado compras em sites e, após a conclusão do pagamento, descobriam que haviam sido enganadas.

Os policiais da Delegacia especializada passaram a monitorar as conexões eletrônicas realizadas e descobriram que dois imóveis situados no Bairro Vila Sônia, em Praia Grande, era utilizados pela associação criminosa investigada.

Valendo-se de mandando de busca e apreensão, os investigadores ingressaram no primeiro imóvel e prenderam em flagrante um homem (30 anos) na posse de vários documentos de registro e licenciamento de veículos, notebook, máquinas de cartões de crédito, placa de veículos nacionais e importados, cadernos com anotações das contas bancárias utilizadas para depositar o dinheiro resultante dos prejuízos das vítimas, vários chips de celular, R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais), um veículo e um revólver calibre 38 raspado e carregado com 7 munições.

No segundo imóvel alvo dessa investigação nada de ilícito foi encontrado. Todo o material apreendido servirá como fonte de informação para as investigações em curso que objetivam identificar e prender todos os responsáveis por essa associação criminosa.

O homem localizado no primeiro endereço foi preso em flagrante pelos crimes de associação criminosa e por portar arma de fogo de uso restrito. Além disso, será investigada a sua participação nesses crimes patrimoniais.

Assessoria de Imprensa Polícia Civil (DEINTER-6)

Postar um comentário

0 Comentários