Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Legado das Águas reabre para atividades de ecoturismo


A duas horas de São Paulo e com protocolos rígidos de segurança para prevenção do novo coronavírus, Reserva é destino para atividades ao ar livre e contato com a natureza

Legado das Águas reabre para atividades de ecoturismo

Ar livre, baixa aglomeração e viagem rápida. Essas são as principais características do turismo regional, que se apresenta como uma ótima opção para o período de flexibilização do isolamento social. No Vale do Ribeira, interior de São Paulo, o Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, retoma as atividades de ecoturismo em 26 de setembro, mediante compra antecipada.

Para a reabertura, a Reserva readequou toda a sua estrutura e adotou medidas preventivas com base em padrões que são referência nacional e internacional de segurança sanitária. As opções de atrativos disponíveis para o retorno, entre trilhas, canoagem, banho de rio e cachoeiras, possibilitam aos turistas contato imersivo com a floresta, aventura ou mesmo um passeio relaxante em contato com a natureza.

Para possibilitar o retorno, William Mendes, gestor de uso público, ecoturismo e esportes do Legado das Águas, explica que os últimos quatro meses foram dedicados à elaboração do Plano de Reabertura, que estabeleceu diversas medidas preventivas. No quesito estrutura física, a base do Legado das Águas, assim como os receptivos das atividades, recebeu sinalização de distância mínima e placas de orientação de higiene, além da adequação do restaurante para evitar aglomerações.

Também foram implementadas: redução da capacidade máxima de visitantes, aferição da temperatura constante entre funcionários e visitantes, obrigatoriedade do uso de máscaras, higienização constante das áreas de uso comum, higienização específica para a pousada, disponibilização de álcool em gel para visitantes, priorização do check-in virtual, entre outras medidas. “O plano foi elaborado por um Grupo de Trabalho composto por profissionais de diversas áreas, incluindo a equipe liderada pela Coordenação do Legado das Águas e especialistas da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, que assina a curadoria de todo o protocolo”, conta Mendes.

Para incentivar a prática da biossegurança na região, David Canassa, diretor da Reservas Votorantim, conta que o Legado das Águas também criou o selo “Parceiro Clean”, que será concedido aos fornecedores que se comprometerem a seguir as medidas previstas no Plano de Reabertura. “Todas as nossas atividades, de ponta a ponta, seguirão os padrões estabelecidos no Plano. Mas é essencial que todos se comprometam com a própria segurança e com a dos outros. O turismo regional ganhará força nesse período, sendo o tipo de viagem preferido pelas pessoas. É essencial somar esforços e trocar aprendizados, só desta forma conseguiremos fortalecer a região, catalisar oportunidades e reaquecer a economia”, diz o diretor.

Banho de floresta
Para o retorno, o Legado das Águas abriu venda promocional e antecipada para três das atividades mais preferidas pelos turistas, que oferecem um contato imersivo com a natureza, e uma boa dose de diversão e relaxamento. São elas:

- Canoagem: ideal para quem já fez e para quem fará pela primeira vez. Enquanto o turista rema, poderá contemplar a majestosa floresta atlântica que margeia o Rio Juquiá, além de ter uma grande possibilidade de avistar aves como martim-pescador, águia pescadora, garças e biguás;

- Trilha da Cachoeira Dezembro: além de um visual deslumbrante, dentro da floresta, a trilha finaliza em uma grande cachoeira com piscinas naturais, ideais para banhos;

- Trilha da Copaíba-Prainha: são 9 km de trilha terrestre, onde é possível ter contato com grandes árvores e visualizar de um mirante natural a majestosa floresta atlântica, e 3 km aquática, que pode ser percorrida de caiaque ou barco, serpenteando diversas paisagens diferentes, que finaliza com banho no Rio Juquiá.

Os ingressos promocionais podem ser adquiridos pelo site https://loja.legadodasaguas.com.br/. Ao escolher a atividade, o turista será direcionado ao sistema de agendamento, onde poderá escolher a data disponível nos meses de setembro a novembro de 2020 e de janeiro a junho de 2021. Com o objetivo de controlar o número de visitantes, o Legado só receberá os turistas mediante compra antecipada de ingressos, não sendo autorizada a venda na base da Reserva.

A comercialização dos ingressos promocionais estará vigente durante o período de fechamento do Legado das Águas. Depois desse período, os ingressos voltam aos valores originais. Para a realização da atividade, o turista deverá cumprir as normas do protocolo de segurança disponível aqui: https://legadodasaguas.com.br/protocolocovid19/

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim


O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.

Postar um comentário

0 Comentários