Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Sebrae e Legado das Águas capacitam fornecedores do Vale do Ribeira


Mentoria intensiva e gratuita visou fortalecer micro e pequenos empreendedores para retomada econômica 

Sebrae e Legado das Águas capacitam fornecedores do Vale do Ribeira


Com objetivo de fortalecer a economia do Vale do Ribeira, o Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), capacitaram fornecedores do Vale do Ribeira para o atendimento a grandes empresas, utilização de ferramentas e implantação de novas práticas para o enfrentamento da crise causada pelo novo Coronavírus. Ao todo, 25 empresários se inscreveram na capacitação on-line e gratuita de dez dias, contabilizando cerca de 20 horas de conteúdo e um encontro de negócios. 

A ação, que teve início em junho e encerrou na segunda semana desse mês, faz parte do “Programa Enfrentar” do Sebrae, desenvolvido exclusivamente para auxiliar empreendedores no cenário atual de recessão econômica que demanda novos formatos de negócio. A iniciativa no Vale do Ribeira, parceria com o Legado das Águas e Sebrae-Registro-SP, adaptou o formato do programa com foco no fortalecimento de fornecedores, visando esclarecer dúvidas frequentes que micro e pequenos empreendedores têm na hora de fornecer produtos e serviços para grandes empresas, como requisitos para contratação, prazos de pagamento, prestação de contas, como gerar uma nota e entre outros detalhes que podem fazer toda a diferença para aprovação de uma proposta comercial e no bom atendimento de um contrato. 

Daniela Gerdenits, consultora de responsabilidade social do Legado das Águas, diz que a parceria com o Sebrae buscou capacitar os fornecedores para atender a demanda não só da Reserva, mas de outras empresas. “O Vale do Ribeira tem muitas oportunidades de negócio. Ao capacitar o empresário local para aproveitá-las, a economia é fomentada e cria-se uma rede ampla de bons fornecedores, preparados para atender diferentes empresas, em diversos mercados. Com isso, não só a qualidade do atendimento melhora, mas o leque de serviços e produtos ofertados aumenta. É uma relação de ganha-ganha, e encontramos na parceria com o Sebrae o formato ideal para trabalhar esses pontos, principalmente pela capacitação incluir o contexto atual imposto pela pandemia”, explana Daniela. 

Além dos assuntos relacionados ao atendimento a grandes empresas, o curso também abordou os temas “inovando nas vendas”, “protegendo o caixa da sua empresa”, “conhecendo o crédito certo para a sua empresa”, “renegociando com clientes e fornecedores”, “entendendo seus direitos”, “normativas de contratação e dicas para fornecedores” e “contabilidade”. O último dia do evento contou com um encontro virtual de negócios, onde os participantes puderam ofertar seus produtos e serviços entre si em busca de novos clientes e parcerias, ampliando e fortalecendo a rede de fornecedores da região. 

De acordo com Leonardo Raupp, analista de negócios do Sebrae, as metodologias aplicadas na capacitação foram voltadas para soluções rápidas e aplicáveis aos negócios. “A pandemia tem sido muito difícil para os pequenos negócios, por isso, precisam de ferramentas que os ajudem a se adequarem à nova realidade no curto prazo. Mas, além de ajudar o empreendedor a enfrentar a crise, o programa também visa fortalecer a relação entre empresas e fornecedores, promovendo a qualidade e aumentando a competitividade nos vários elos da cadeia produtiva, gerando novas oportunidades. A parceria com o Legado das Águas foi muito bem-sucedida nesse sentido por compartilharmos dos mesmos valores, como foco na valorização do micro e pequeno empresário de negócios locais”, diz o analista. 

Para muitos dos participantes, o “Programa Enfrentar – Fortalecendo Fornecedores” foi a primeira capacitação de gestão empresarial. É o caso da Cilene Barros, da Associação cabocla da comunidade Ribeirão da Anta, de Tapiraí, fornecedora de artesanato. “O que aprendi no curso vai me ajudar desde a gestão dos negócios, questões jurídicas até o marketing”, comemora. 

Maria de Queiroz, artesã e coordenadora da Casa do Artesão de Miracatu, diz que multiplicará o conhecimento adquirido na capacitação. “Surgiram muitas ideias de como podemos nos organizar para aproveitar as oportunidades que surgirão com a retomada do turismo na cidade, e até mesmo o que já podemos fazer para expandir, mesmo ainda no período de paralização das atividades por conta da pandemia. Vai ser muito positivo para o nosso grupo de artesãos da cidade”, comemora. 

Como um dos frutos do curso, os participantes continuarão recebendo apoio do Legado das Águas e Sebrae por meio de um grupo de WhatsApp, criado para troca de experiência e, também, de serviços e produtos entre a rede formada durante o evento. O Sebrae Vale do Ribeira ainda disponibilizou um contato direto para mentoria de alguns segmentos ligado ao turismo. 

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim 


O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.


Postar um comentário

0 Comentários