Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Saúde da Ilha Comprida rastreou e monitora todos os casos suspeitos e confirmados de Coronavírus




Ao reforçar a necessidade do isolamento social, médico Saulo Mendes afirmou que a saúde rastreou e monitora todos os casos suspeitos e confirmados de Coronavírus

Saúde da Ilha Comprida rastreou e monitora todos os casos suspeitos e confirmados de Coronavírus


O médico Saulo Mendes, responsável pelo Posto Avançado Covid-19, na Ilha Comprida, reiterou a importância das medidas restritivas adotadas pela cidade desde o dia 19 de março como forma de se ter, hoje, o mapeamento e controle da evolução da doença no município. Boletim emitido na manhã desta quarta 06/05 destaca que a Ilha permanece com 23 casos confirmados da doença e soma sete suspeitos em isolamento domiciliar.

Dos 23 casos confirmados, 18 receberam alta médica, um permanece internado, três estão em quarentena ( tratamento e isolamento domiciliar) e um foi a óbito no dia 09/04. O Boletim também destaca que 167 casos suspeitos foram descartados como Coronavírus.

“Sabemos exatamente onde estão os casos positivos e os suspeitos. Desde o início da pandemia, todos casos foram rastreados. Sabemos o caminho do vírus no município, como entrou, onde entrou, onde ele foi, quem ele visitou. Todo o caminho a gente conhece por intermédio do monitoramento. Estão isolados todos os familiares e monitorados os suspeitos para controlarmos a disseminação do vírus no município",, explicou o médico.

A diretora do Departamento de Saúde, Vanessa Cristina Gimenes de Melo, afirmou que este controle sobre a pandemia no município só está sendo possível pelo isolamento da cidade: “ A Ilha Comprida soma cerca de dez mil casas de veraneio. Se todos viessem, logo no começo da pandemia, teríamos uma população de mais de 50 mil pessoas, o que dificultaria e impossibilitaria um controle rigoroso do número de casos, de rastreamento dos contatos e do monitoramento dos suspeitos e dos doentes”.

Segundo a diretora, a Ilha também soma um número expresso de idosos- são quase cinco mil pessoas com mais de 60 anos- , o que justifica a necessidade de cuidados especiais com a proteção. ”O isolamento social neste momento é muito importante para mantermos nosso controle da pandemia”, orientou.

Fechada para o turismo desde 19 de março, a cidade segue a recomendação do Governo do Estado com barreira sanitária 24 horas na entrada da cidade. Também é obrigatório o uso de máscaras pela população que precisa sair de casa . Na área comercial, há os sistemas delivery e drive thru.

A orientação da saúde é que a população procure o Posto Covid 19 a qualquer sintoma da doença. O Posto fica no Espaço Cultural Plínio Marcos, na Av. São Paulo, 1000, no balneário Adriana. O Fundo Social de Solidariedade confecciona e distribui máscaras à população. Mais informações pelo (13) - 38242 2007








Postar um comentário

0 Comentários