Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

NOTA do Fórum dos Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira sobre o Coronavírus (COVID-19)





Instituto Socioambiental: NOTA do Fórum dos Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira sobre o Coronavírus (COVID-19) e o impacto nos territórios de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais


NOTA do Fórum dos Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira sobre o Coronavírus (COVID-19)


O Fórum dos Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira vem com esta carta, apresentar algumas recomendações às Comunidades do Vale do Ribeira e também às pessoas que queiram saber como apoiar e ajudar, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde para a prevenção do Coronavírus (COVID-19).

Considerando o momento e a falta de ação dos órgãos responsáveis pela segurança das populações indígenas e das comunidades tradicionais, que vivem em territórios coletivos, é fundamental adotarmos algumas medidas de prevenção e cuidado.

Também sabemos que a situação é grave pois além da dificuldade de assistência, o vírus se espalha facilmente e com muita velocidade, então não há espaço para comportamentos equivocados. Atitudes de risco, mesmo que individuais e localizadas, colocam toda a coletividade em perigo. Infelizmente estamos diante de uma realidade dura, devido aos históricos descasos e faltas de assistência médica diferenciada às famílias nesses territórios e a falta de leitos hospitalares para atendimento da população do Vale do Ribeira.

Às Comunidades do Vale do Ribeira:

1. Recomendamos que nossas Comunidades do Vale do Ribeira organizem-se para evitarem a circulação de pessoas de fora das comunidades (exemplo: turistas, reuniões técnicas, festas e outras atividades que aglomerem pessoas), nos territórios, e também evitar a saída para as cidades.

2. Busquemos formas de organizar a entrada e saída de pessoas das comunidades de forma conjunta e que possamos construir nossos acordos de cuidado e de saúde coletiva nos territórios de acordo com nossas realidades e especificidades.

3. Procuremos nos informar com as lideranças das nossas comunidades, como também buscar obter informações pelos meios oficiais e pela imprensa. Muita informação equivocada (fakenews) tem circulado em grupos de WhatsApp e redes sociais, causando confusão, insegurança e prejudicando as medidas de contenção do vírus.

4. Vamos evitar que nossas lideranças mais velhas saiam dos territórios. Se houver necessidade de saída, que sejam os mais jovens e que não estejam nos grupos de “risco”, ou seja, mais de 60 anos, crianças, diabéticos, hipertensos, problemas respiratórios, etc.

5. Pedimos aos nossos jovens que ao precisarem sair do seu território sigam os combinados de segurança e cuidado com sua saúde de seus parentes.

Aviso aos apoiadores (as) e amigos (as):

1. Com relação às pessoas de fora das comunidades, a principal ajuda que pode ser oferecida agora é EVITAR visitar nossas comunidades, principalmente sem comunicar previamente nossas lideranças e os profissionais de saúde. Não aparecer nas comunidades antes de avisar os responsáveis.

2. Quem deseja ajudar com doações e kits de cuidado (álcool gel, máscaras, luvas, sabão, ou outros produtos que reduzam os riscos de contaminação) deve ter certeza da procedência dos produtos e consultar as pessoas responsáveis (lideranças, caciques, agentes de saúde, professores) sobre quais cuidados são necessários no momento e qual a melhor maneira de fazer a entrega.

3. Pedir autorização aos caciques, lideranças e associações e consultar os profissionais de saúde. Perguntar o que está faltando e no que é possível ajudar. Ajuda espontânea e sem orientação pode até ser bem-intencionada, mas não agora.

Aviso aos turistas:

Quarentena NÃO é FÉRIAS!!! Permanecer em isolamento em casa, para evitar contágio, é um direito que deveria ser de todos e todas, mas, infelizmente, sabemos que nem todos poderão parar suas atividades. Pedimos aos turistas que NÃO venham ao Vale do Ribeira para descansar, viajar, passear, entre outras intenções. Já temos a notificação de que existem caso suspeitos de contaminação nas cidades de Registro, Miracatu, Jacupiranga, Juquiá, Pariquera-Açu, Iguape, Cananéia, Ilha Comprida, Itariri, todos com histórico de viagens a zonas endêmicas como São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina.


Dessa forma, enquanto Fórum:

Reiteramos nosso compromisso no apoio e defesa dos nossos territórios dos povos indígenas e comunidades tradicionais do Vale do Ribeira, na luta específica de cada povo por seus direitos, ressaltando a importância do SUS (Sistema Único de Saúde), principalmente no que se refere ao tratamento diferenciado a cada comunidade.

Nos comprometemos a buscar diariamente informações sobre a situação das nossas comunidades e pressionar os poderes públicos municipais e estaduais onde existam Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais para que tomem as medidas de segurança e proteção necessárias e diferenciadas para estes territórios.

Por fim, nosso objetivo é colaborar com as autoridades médicas, agentes de saúde, e seguir os protocolos determinados para conter a rápida propagação do vírus COVID-19. Temos a certeza que com a sabedoria de nossos povos, continuaremos nos organizando, construindo relações de solidariedade, cuidado e compromisso, para juntos e juntas atravessarmos esse período desafiador, em especial para nós, povos originários e comunidades tradicionais.

Aguyjevete a todo povo de luta! Nhanderu tenondé!

https://www.facebook.com/1935579730040312/photos/a.1989594034638881/2506896576241955/?type=3&theater












Postar um comentário

0 Comentários