Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Imposto de Renda 2020: contribuinte já pode enviar a declaração






Mais de 416 mil pessoas na Baixada Santista deverão acertar as contas com o Leão até 30 de abril

Imposto de Renda 2020: contribuinte já pode enviar a declaração






Começa nesta segunda-feira (02/03), a partir das 8 horas, o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2020 (ano-base 2019). Na Baixada Santista, 416.231 contribuintes devem acertar as contas com o Leão. No País, são esperadas 32 milhões de declarações este ano.

Está obrigado a declarar quem teve rendimentos superiores a R$ 28.559,40 no ano passado. Há ainda outras situações que entram na lista de obrigações, como pessoas que compraram ou venderam ações em bolsas de valores ou investiram em criptomoedas, por exemplo.

O caso mais comum de quem teve ganho de capital é que investiu na bolsa de valores. Mas se a pessoa teve operações o ano passado e apurou ganhos de capital com criptomoeda, também está obrigada a declarar”, explica o delegado da Receita Federal em Santos, Walmir Martinez Thomaz.

Portanto, junte toda a documentação necessária para preparar a declaração. O Informe de Rendimentos é o principal deles, caso você trabalhe com carteira registrada. Não esqueça do informe do seu banco.

E, nessa hora, dúvidas não faltam para preencher a documentação de forma correta, evitando riscos de cair em malha. Consultado pela Reportagem, o CEO da Contabilidade M Rocha e professor da Unibr, Marcelo Rocha, esclarece os pontos que mais afetam a vida dos contribuintes nessa hora (confira os detalhes no quadro com perguntas e respostas).
O documento deve ser enviado à Receita Federal até 30 de abril, sob pena de multa para o contribuinte que não cumprir com suas obrigações.

Fique atento

Vale lembrar que há novidades para 2020. “Quem teve renda bruta a partir de R$ 200 mil estará obrigado a informar o número do recibo da declaração de 2019. E somente essas pessoas”, diz o delegado da Receita.

Outra mudança ocorreu em relação à restituição do IR. Os lotes serão liberados mensalmente entre 29 de maio e 30 de setembro. Até o ano passado, a restituição era paga em sete lotes, entre junho e dezembro.

Para este ano, quem tiver que pagar IR poderá optar pelo débito em conta até o dia 10 de abril. No ano anterior, essa opção só era possível até o dia 31 de março”, avisa Marcelo Rocha

Por Liliane Flávia da S. Araújo
Agencia da Receita Federal em Registro/SP













Postar um comentário

0 Comentários