Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

ACIAR pede à prefeitura reabertura do comércio para evitar falências e desemprego

O presidente da Associação Comercial de Registro (ACIAR), Daniel Muniz de Paulo, encaminhou ofício ao prefeito Gilson Fantin na manhã desta sexta-feira, 27 de março, sugerindo flexibilização no decreto de calamidade pública possibilitando a abertura gradual do comércio de Registro-SP, evitando falências e desemprego. Ele tem como base o fato de que, desde o fechamento do comércio até hoje, não houve nenhum caso comprovado do Covid 19 (doença transmitida pelo Coronavírus) em Registro-SP.

ACIAR pede à prefeitura reabertura do  comércio para evitar falências e desemprego


A decisão do presidente da ACIAR,  de encaminhar o ofício à prefeitura, teve como base os numerosos pedidos que chegam à ACIAR todos os dias, por telefone e por mensagens digitais, de empresários angustiados com o fechamento total do comércio e as dificuldades que terão para honrar compromissos como pagamento a fornecedores e aluguéis, e de trabalhadores com medo de perder seus empregos.

Na opinião da ACIAR, a reabertura deve obedecer o regime de contingenciamento, com restrições de entrada, obedecendo ao número mínimo e distâncias entre pessoas no interior das lojas, evitando aglomerações.  Outra sugestão é a preservação dos trabalhadores que se incluem nos grupos de risco (maiores de 60 anos, portadores de doenças respiratórias, pressão alta ou diabetes).

“Hoje, com mais tranquilidade e ouvindo especialistas no assunto através dos meios de comunicação, podemos observar que a força de trabalho considerada jovem, entre 18 e 40 anos, como é a maioria da mão de obra em nossa cidade, tem índices de letalidade  quase zero, sendo que esse pessoal está em confinamento domiciliar e neste momento não faz mais sentido o comercio continuar de portas fechadas, pois o impacto econômico será grande para o município será de Registro-SP”, ressalta o ofício.

“Acreditamos e rogamos que, com a flexibilização do Decreto Municipal em vigência, vossa excelência evitará a ruína total do nosso comércio com falências e consequentemente o desemprego no município que poderá ser devastador, uma vez que o comércio é uma das principais fontes geradoras de empregos em nossa cidade e temos recebido apelos tanto de comerciantes formais e de autônomos (informais), em desespero, pedindo o retorno de suas atividades”, finaliza Daniel Muniz de Paulo.

Desde o início da pandemia do coronavírus, a ACIAR manifestou total apoio às necessárias medidas de restrição adotadas pela prefeitura, visando a preservação da vida e da saúde da população, mesmo ciente das grandes dificuldades que poderiam acarretar para as empresas e os trabalhadores, porém, segundo o presidente da associação comercial, “ nesse momento se faz necessário o retorno das atividades, afim de evitar um colapso na economia da nossa cidade”.  

Postar um comentário

0 Comentários