Últimas Notícias

Cultura e Pontos MIS exibem na Ilha Mostra de Cinema "Personalidades Brasileiras"








Ilha Comprida - A Divisão Municipal de Cultura e o Pontos MIS - Secretaria de Estado da Cultura anunciam a programação de cinema de outubro, com a Mostra "Personalidades Brasileiras" e exibição dos filmes sobre a vida e obra do ator Paulo José e do cantor e compositor Raul Seixas, na quinta 17/10,na sala de cinema do Espaço Cultural Plínio Marcos Av. São Paulo nº1000, Bal. Adriana. Entrada franca. 

Cultura e Pontos MIS exibem na Ilha Mostra de Cinema "Personalidades Brasileiras"


Acompanhe a programação:

Quinta - 17 de outubro
9h - "Todos os Paulos do Mundo"
15h - "Raul, o Início, o Fim e o Meio"

Sinopses
9h - "Todos os Paulos do Mundo"
80′ / BRASIL / 2018 / 14 anos / documentário
Com Paulo José, Dina Sfat, Bel Kutner, Joana Fomm, Mariana Ximenes, Selton Mello, Milton Gonçalves, Helena Ignez, Fernanda Montenegro.

Sinopse

Paulo José é um ícone brasileiro. O talento sem igual, a voz inconfundível, o carisma e a versatilidade acompanham as seis décadas de sua trajetória como ator, diretor e pensador do país. TODOS OS PAULOS DO MUNDO narra a vida e a obra do maior ator do cinema brasileiro através do que viveu e das reflexões que Paulo José, há vinte cinco anos convivendo com o Mal de Parkinson, consegue articular ainda hoje, às vésperas de seu aniversário de 80 anos. Diante da perda da voz, um artista que insiste em falar e que encontra em “TODOS OS PAULOS DO MUNDO” a caixa amplificadora de seu verbo para o mundo.

Festivais e Prêmios

– Festival do Rio (2017)
– Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (2017)
– Panorama Internacional Coisa de Cinema (2017)
– Festival de Havana (2017)
– Janela Internacional de Cinema (2017)
– Festival de Tiradentes (2017)

Raul, o Início, o Fim e o Meio

17 de outubro - 15h
128′ / BRASIL / 2012 / 14 anos / documentário
Sinopse- O documentário retrata as diversas facetas do homem, suas parcerias com Paulo Coelho, seus casamentos, a fase de sucesso e principalmente tenta desvendar a enorme comunicação que suas músicas estabelecem e a legião de fãs que ele mobilizava e continua mobilizando agora, 20 anos depois de sua morte. Raul Seixas morreu jovem porque viveu intensamente. Rock’n roll, amor livre, Sociedade Alternativa, drogas, magia, ditadura militar, mulheres e filhas.Um homem que queria viver da sua obra e morreu por ela. O início, o fim e o meio se confundem, porque a história ainda não acabou.