Últimas Notícias

Bolsistas da Frente de Trabalho da Ilha contarão com curso de capacitação da ETEC Paula Souza






Ilha Comprida - Com as propostas de gerar renda e qualificar as pessoas para o mercado de trabalho, começou na terça 29/10, no auditório do Meu Recanto, o Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (PEAD) - Frente de Trabalho, que beneficia 100 moradores da Ilha. A reunião contou com a presença do prefeito Geraldino Júnior, do presidente da Câmara, Fabiano Pereira, dos vereadores Daniel Ramos e Mozart Silvestre, da presidente do Fundo Social Juliana Peitl, e todos os diretores da Prefeitura.
Bolsistas da Frente de Trabalho da Ilha contarão  com curso de capacitação da ETEC Paula Souza

Os bolsistas trabalharão seis horas diárias em quatro dias por semana. No quinto dia, participarão de cursos de qualificação profissional ministrados pela ETEC Paula Souza, de acordo com a vocação e potencial econômico do município. " A Frente de Trabalho tem a proposta principal de qualificar as pessoas, oferecer oportunidade de estudo e capacitá-las para que possam ingressar no mercado de trabalho", afirmou o prefeito Geraldino Júnior.
A presidente do FSS, Juliana Peitl, destacou que, a princípio, a Ilha contaria com 25 vagas que foram ampliadas para 100, a pedido do prefeito Geraldino Júnior, junto ao Governo do Estado. O Programa social é desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado em parceria com a Prefeitura. Os bolsistas começam a trabalhar na sexta 31/10 em diferentes área internas da Prefeitura.
O coordenador técnico, Adolfo Teixeira, deu as boas vindas aos bolsistas e desejou a todos que aceitem com garra esse novo desafio profissional. A seleção dos beneficiados não foi feita por técnicos do município.Cada trabalhador receberá por nove meses bolsa auxílio de R$ 210,00; cesta básica de R$ 86,00, qualificação profissional um dia por semana e seguro de acidentes pessoas.