Últimas Notícias

Policia Civil de Registro-SP realiza perícia na casa do Padrasto e da Mãe do Gabriel









Na noite desta quarta-feira (21/08), a Polícia Civil de Registro-SP, realizou uma perícia na casa do Padrasto e da mãe do Grabriel.

Policia Civil de Registro-SP realiza perícia na casa do Padrasto e da Mãe  do Gabriel
Policia Civil de Registro-SP realiza perícia na casa do Padrasto e da Mãe  do Gabriel


A Policia usou o luminol, que é um produto químico especial capaz de fazer aparecer traços sanguíneos até então invisíveis, é um grande aliado dos investigadores para revelar cenas ocultas de um crime. 

O site “O Vale do Ribeira” não teve acesso aos resultados dessa pericia da casa do Gabriel, estamos aguardando.

 O desaparecimento do menino  Gabriel Lopes Coutinho, de oito anos, morador do bairro Arapongal em Registro-SP, na região do Vale do Ribeira, que hoje dia (21/08) já completou 10 dias.

Segundo apurado pelo site “O Vale do Ribeira”, na tarde desta quarta-feira (21/08), A mãe de Gabriel, Luciana, também prestou depoimento nesta tarde, saiu emocionada da delegacia e não quis falar com os repórteres que estavam aguardando alguma noticia nova sobre o caso.

Dois carros que estiveram na casa do menino, no dia de seu desaparecimento, também foram apreendidos, sendo que um deles é do padrasto da criança, teve o resultado negativo no luminol para vestígios de sangue, mas deu um falso positivo para algum produto químico usado no carro, a policia ainda investiga.

Histórico do Caso Gabriel

Na tarde de domingo 11 de agosto, Gabriel Lopes Coutinho, um menino de 8 anos desapareceu no bairro Arapongal, em Registro-SP, na região do Vale do Ribeira(SP).
Segundo apurado pelo site “O Vale do Ribeira, Gabriel havia saído para brincar de pipa com um amigo e desapareceu pouco tempo depois.

Por volta das 16 horas, Gabriel foi brincar com um amigo próximo a sua casa, na Vila Ouro em Registro-SP, pouco tempo depois, Luciana mãe do Gabriel, foi informada de que os dois haviam se desentendido e que seu filho teve a pipa quebrada.

Após a briga, Gabriel saiu do local, mas não chegou em sua casa e a informação é de que ele foi visto pela última vez próximo a uma borracharia do Jurandir na Vila Ouro.

Desde então, sua mãe não teve mais notícias de seu paradeiro, Luciana falou ao site “O Vale do Ribeira que “procuramos o Gabriel por todo o bairro, mas até agora não o encontramos”. Na manhã da segunda-feira (12/08), Luciana foi a Delegacia registrar o boletim de ocorrência.

Polícia Militar informou que iniciaram as buscas na manhã da terça-feira (13/08), já que eles receberam a informação do desaparecimento do garoto de modo não oficial.

A Polícia Militar Ambiental foram acionadas e iniciaram as buscas. De acordo com informações, cães farejadores estão efetuando buscas pela mata, na região próxima onde Gabriel desapareceu.



Segundo a Polícia Militar, na quarta-feira (14/08), o canil da PM  retornou as buscas nas mata, já que a região onde Gabriel desapareceu é localizada em meio à mata fechada, que contém lagoas, represas e poços.

Chinelo e Pipa de Gabriel são encontrados

Um pé de chinelo e a pipa usados por Gabriel foram encontrados pelas equipes por volta das 14 horas  da quarta-feira (14/08).

De acordo com a família, Gabriel estava usando o chinelo havaina verde no momento que desapareceu.


Homem se encontra com arranhões de mais de uma semana e tentou atacar uma garota a cinco km de distância do local do crime 

Preso suspeito no desaparecimento do menino Gabriel em Registro-SP



Um homem chamado Adailton foi preso na tarde desta terça-feira (20/08), em Registro-SP na região do Vale do Ribeira, e é visto como um dos responsáveis pelo desaparecimento do menino Gabriel, em Registro-SP, há mais de uma semana. O homem que já foi indiciado por roubo e furto há alguns anos, apresenta arranhões antigos de pelo menos há cinco dias. As informações são da Record TV. 





O homem teria atracado uma garota há dois dias e mora a cinco km de distância da casa de Gabriel e a Polícia está investigando. laudo conclusivo ainda não saiu. Estão sendo analisado o material coletada das unhas do suspeito. Enquanto isso adolescentes prestam depoimento para fazer o reconhecimento do homem como a pessoa que se encontrava próxima ao local do crime.

Viúva de carteiro assassinado fala sobre série de crimes de Adailton










A Polícia também trabalha com outras frentes de investigação e também investiga depoimentos contraditórios da família