Últimas Notícias

No mês da Mata Atlântica, Legado das Águas realiza palestras sobre serpentes e biodiversidade





Objetivo das ações é reforçar a importância da biodiversidade de um dos biomas mais ameaçados do planeta

No mês da Mata Atlântica, Legado das Águas realiza palestras sobre serpentes e biodiversidade
No mês da Mata Atlântica, Legado das Águas realiza palestras sobre serpentes e biodiversidade

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, realiza ações de educação ambiental com alunos da rede pública de ensino em comemoração ao Dia da Biodiversidade, celebrado no dia 22, e da Mata Atlântica, no dia 27. Palestras e atividades lúdicas sobre os temas serão realizadas nos 10 e 27 de maio nos municípios de Alumínio e Juquiá, respectivamente. O objetivo é reforçar a importância da fauna e flora da Mata Atlântica, bioma predominante nessas regiões. A estimativa é alcançar cerca de 300 alunos.
No mês da Mata Atlântica, Legado das Águas realiza palestras sobre serpentes e biodiversidade
No mês da Mata Atlântica, Legado das Águas realiza palestras sobre serpentes e biodiversidade

Sob a premissa “conhecer para conservar”, o Legado das Águas tem intensificado a cada ano as atividades de atuação social, dentre elas, a educação ambiental, com objetivo de somar aos esforços para conservação de um dos biomas mais ameaçados do mundo, a Mata Atlântica. As ações ganham apelo especial neste mês, no qual as reflexões sobre o bioma estão em destaque.

A programação iniciou no dia 3, em Pilar do Sul, na Escola Estadual Vereador Odilon Batista Jordão, para alunos do 2° e 3° ano do ensino médio. As atividades começam com uma palestra sobre como agir em caso de acidentes com serpentes, ministrada por Giuseppe Puorto, especialista do Butantan, instituto referência em pesquisa sobre serpentes e um dos maiores produtores de soro antiofídico do Brasil.

O objetivo é informar quais devem ser os primeiros socorros nessas situações, além de orientar sobre o papel das cobras na natureza, o manejo correto e a prevenção de acidentes, tema central da discussão. A palestra contará com demonstrações de réplicas dos animais.

No mesmo dia, com a analista de educação ambiental Elaine Moura, do Legado das Águas, os alunos conhecerão a importância da biodiversidade da Mata Atlântica, além do trabalho de pesquisa e conservação da fauna e flora do bioma.

No dia 10, as duas palestras serão levadas para a cidade de Alumínio aos alunos da rede municipal de ensino. Em parceria com a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), as atividades serão realizadas no Centro de Vivência Ambiental da empresa.

As comemorações encerram no dia 27, em Juquiá, na Escola Municipal Serraria, com atividades lúdicas, vídeos e a palestra com Elaine Moura sobre a “Biodiversidade da Mata Atlântica”.

“Só conservamos e protegemos aquilo que conhecemos. É extremamente importante, principalmente nas regiões onde restam os últimos remanescentes de Mata Atlântica, que a informação e conhecimento sobre a importância da fauna e flora desse bioma seja multiplicada. Por essa razão, o Legado das Águas investe e busca parcerias para ações de educação ambiental”, diz a gerente executiva da Reservas Votorantim, Frineia Rezende.

Programação

Dia 10 – Alumínio, Centro de Convivência CBA – Palestra “Biodiversidade da Mata Atlântica”, com Elaine Moura (Legado das Águas); palestra “Prevenção de acidentes com cobras”, com Giuseppe Puorto (Instituto Butantan).
Dia 27 – Juquiá, Escola Municipal Serraria – Palestra “Biodiversidade da Mata Atlântica” e atividades lúdicas, com Elaine Moura (Legado das Águas).

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim
O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.