Últimas Notícias

Barcos elétricos vão transportar turistas pelas Cataratas do Niágara

Os primeiros barcos elétricos para passageiros vão começar a circular, ainda este ano, pela zona turística das Cataratas do Niágara, na divisa entre Canadá e Estados Unidos. As embarcações devem transportar os mais de 1,6 milhões de turistas estrangeiros que visitam o local todos os anos.







Os primeiros barcos elétricos para passageiros vão começar a circular, ainda este ano, pela zona turística das Cataratas do Niágara, na divisa entre Canadá e Estados Unidos. As embarcações devem transportar os mais de 1,6 milhões de turistas estrangeiros que visitam o local todos os anos. 

Barcos elétricos vão transportar turistas pelas Cataratas do Niágara
(imagem  Pixabay)

Construídos nos Estados Unidos, os novos modelos de barcos sustentáveis devem substituir as atuais embarcações Maid of the Mist VI e VII, usados desde a década de 1990. Além de eliminar as emissões de poluentes,
os turistas terão uma experiência muitomais agradável, sem barulho de motores e fumaça de escapamento.

A tecnologia inclui baterias de lítio-íon e um sistema de carregamento em terra. Serão recarregadas após cada viagem, durante sete minutos, para manter a capacidade sempre em 80%, permitindo máxima eficiência e vida útil da peça.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, elogiou a iniciativa. “A Maid of the Mist oferece passeios pelas famosas cataratas do Niágara Falls e Niagara River Gorge há mais de um século, e é uma atração turística do oeste de Nova York”, disse. “Os novos barcos de emissão zero continuarão com essa orgulhosa tradição, enquanto fortalecem os esforços para tornar o estado de Nova York um importante destino turístico ecologicamente correto”.

Os barcos foram projetados pela Propulsion Data Systems e estão sendo construídos pela Burger Boat Company. Nos próximos dias serão transportados para a doca seca Maid of the Mist, nas Cataratas do Niágara, onde ficam as instalações de montagem e manutenção. Após o lançamento e certificação, as novas embarcações estarão prontas para serem lançadas nas águas. O início das operações está previsto para meados de setembro de 2019.