Últimas Notícias

Juquiá e Miracatu intensificam ações do Plano de Turismo Integrado Regional





Reuniões definiram atividades voltadas à promoção, qualificação e gestão

Juquiá e Miracatu intensificam ações do Plano de Turismo Integrado Regional
Juquiá e Miracatu intensificam ações do Plano de Turismo Integrado Regional
O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, está intensificando as ações voltadas ao desenvolvimento do turismo sustentável em Juquiá e Miracatu, com a realização de atividades voltadas à promoção, qualificação e gestão dessa cadeia. As estratégias e objetivos para este ano foram traçados em oficinas realizadas nos dois municípios, que dão continuidade à implementação do Plano de Turismo Integrado Regional (PTIR).

Iniciado em 2017, o plano é um dos resultados do Programa de Apoio à Gestão Pública (AGP), uma parceria entre o Legado das Águas, o Instituto Votorantim e o Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES) com os municípios onde a Reserva está inserida. Desde 2018 a Turismo 360 Consultoria tem sido parceira técnica na implementação das atividades.

O PTIR tem auxiliado os municípios a estruturar o setor de turismo, que somando aos demais esforços, resultou para que em fevereiro deste ano Juquiá fosse reconhecida pelo governo de São Paulo como município de interesse turístico (MIT). Já Miracatu foi reconhecida em junho de 2018. Com isso, as cidades podem receber investimentos para obras e ações destinadas ao setor de turismo, por meio de convênios e acesso a fundos de fomento.

Durante as oficinas em março, foram abordados temas sobre a dinâmica da atividade turística, demonstrando a complexidade do setor e a necessidade do trabalho integrado e cooperativo entre os atores. Também foi ressaltado como o turismo pode e deve ser um aliado na conservação do meio ambiente e houve formação oficial do grupo de trabalho para execução das ações pactuadas e assinatura da carta de compromisso.

“O PTIR nasceu e continua com a proposta de ser participativo e dinâmico, contando com a colaboração do poder público e comunidade para debate e implementação de ações que possam promover o desenvolvimento socioeconômico e gerar valor compartilhado, em uma região rica em atrativos naturais, com trechos de Mata Atlântica conservada. A participação de todos tem trazido contribuições que já geraram conquistas como o reconhecimento como MIT e apresentam perspectivas de crescimento sustentável da atividade na região”, afirma Frineia Rezende, gerente executiva da Reservas Votorantim.

O grupo participará de dois cursos de qualificação – “Aprimoramento de Produto Turístico de Natureza”, por meio de parceria com a Abeta (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), e “Gestão de Redes Sociais”, que será conduzido online. Também estão previstas viagens em locais que são referência em turismo para troca de experiência. Além disso, haverá assessoria individualizada para empresários da cidade, focando temas como qualidade no atendimento, melhoria da competitividade e gestão da segurança no turismo de aventura. Entre as ações focadas na gestão, estão a assessoria aos COMTURs, com reuniões mensais, e acompanhamento do Painel de Indicadores de Turismo.

Para o presidente do COMTUR Miracatu, Ronnie de Castro, a oficina para apresentação das atividades do ano foi importante para avaliar o trabalho realizado e debater ações mais práticas.

“O panorama mudou muito desde o início do Plano de Turismo, que apresentou uma nova perspectiva para a região, valorizando o potencial local. Agora é hora de fazer acontecer e encarar desafios como a conscientização da população sobre a importância do turismo para a economia da cidade. É um trabalho em conjunto, que vai sendo feito aos poucos e pode trazer muitos benefícios”, comentou.

O AGP desenvolve há cinco anos projetos em Juquiá e Miracatu no intuito de ampliar as capacidades do poder público municipal e fortalecer seu papel como agente do desenvolvimento local. 

Desde 2017, os projetos voltaram seu foco com PTIR para o desenvolvimento do turismo local e regional, destacando atividades de ecoturismo, turismo de aventura e de base comunitária, conectando a operação dos empreendimentos socioambientais do Legado das Águas à sua atuação social.

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim
O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.