Últimas Notícias

Programa de educação (PVE) inicia 4° ano de atividades em Juquiá com impacto positivo para mais de 2 mil alunos






Desenvolvido pelo Legado das Águas e Instituto Votorantim, programa tem o objetivo de debater ações para melhoria do ensino no município

Programa de educação (PVE) inicia 4° ano de atividades  em Juquiá com impacto positivo para mais de 2 mil alunos
Programa de educação (PVE) inicia 4° ano de atividades  em Juquiá com impacto positivo para mais de 2 mil alunos


O Programa Parceria Valorização pela Educação (PVE), iniciativa do Legado das Águas – maior reserva privada de Mata Atlântica do país – em parceria com o Instituto Votorantim e a Secretaria de Educação e Cultura de Juquiá, inicia neste mês as atividades do ano na cidade, que beneficiam 2.121 alunos rede municipal.

Este é o quarto ano seguido em que Juquiá recebe o programa, que busca contribuir para a melhoria da educação pública, por meio da mobilização social das comunidades e da qualificação das práticas de gestão educacional e escolar.

A oficina de pactuação do PVE 2019 realizada fevereiro, em São Paulo, contou com a presença do Secretário de Educação do munícipio e um técnico da equipe da secretaria. Na ocasião, foram apresentados detalhes do PVE 2019, análise da matriz de competências, percurso formativo, apresentação do Prêmio PVE – que reconhece iniciativas inovadoras -, estratégias de mobilização social e de comunicação, entre outros assuntos.

As propostas e projetos colocados em prática nos anos anteriores motivam os gestores, educadores e mobilizadores de Juquiá, que celebram os bons resultados e projetam evolução graças à continuidade do PVE na cidade.

Para o secretário de Educação e Cultura de Juquiá, José Mendes Cruz Junior, o PVE é relevante ao “provocar” os gestores a refletir sobre suas práticas, compartilhar experiências e compreender a função social da escola dentro em um contexto de aprendizagens significativas.

“O PVE é muito importante para a melhoria das ações realizadas pela Secretaria de Educação e pelas escolas. As reflexões e estudos lançados durante o processo formativo foram essenciais na melhora do atendimento aos alunos da rede, bem como o monitoramento das aprendizagens. Consideramos o PVE um grande aliado na busca de uma educação de qualidade para todos”, afirma.

No ano passado, além dos estudantes da rede municipal, o PVE impactou alunos da rede estadual de Juquiá, que foram incentivados a participar do Criativos da Escola, iniciativa do Instituto Alana - com apoio do Instituto Votorantim -, de incentivo ao protagonismo juvenil, por meio da elaboração de projetos criativos visando à transformação da realidade dos estudantes. Houve também a capacitação de 26 gestores na cidade.

“A continuidade do PVE, que chega ao seu quarto ano em Juquiá, é fundamental para incutir nos educadores e na comunidade a importância de um esforço permanente em prol do aprimoramento da educação pública. Com a melhoria da gestão, todos ganham e o impacto ultrapassa a sala de aula, trazendo mais qualidade vida e desenvolvimento para a cidade”, destaca a gerente executiva da Reservas Votorantim, Frineia Rezende.

Criado há 11 anos, o PVE beneficiou 104 municípios de 17 estados brasileiros em 2018. O foco foi o estímulo à leitura, que culminou com uma série de iniciativas ao longo do ano. Em Juquiá, um dos destaques foi a “Ponte Poética”, na tradicional ponte Lucas Nogueira Garcez, com decoração especial por toda a extensão e participação ativa da população, que pôde levar para casa diversos poemas e livros que foram doados durante a ação.

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área foi adquirida a partir da década de 1940 e conservada desde então pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que manteve sua floresta e rica biodiversidade local com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Em 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

Hoje, o Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.