Últimas Notícias

Vereador Vander Lopes denuncia: Cerca de 500 munícipes por semana tem seu nome protestado pela Elektro




Essa forma de cobrança é considerada abusiva pelo vereador
 
Vereador Vander Lopes denuncia: Cerca de 500 munícipes por semana tem seu nome protestado pela Elektro
Vereador Vander Lopes denuncia: Cerca de 500 munícipes por semana tem seu nome protestado pela Elektro
O Vereador Vander Lopes, fez uso da tribuna da Câmara Municipal, na noite desta segunda-feira (18), para denunciar que clientes da Elektro com contas de energia elétrica em atraso tem tido o nome protestado em Registro-SP. Segundo levantamento, os nomes de pelo menos 500 moradores da cidade (por semana) foram registrados no Cartório de Notas e Protestos.
Segundo o parlamentar, trata-se de uma cobrança abusiva e indevida, por que o consumidor está sendo punido duas vezes. “Primeiro ele sofre o corte da energia, o nome negativado e ele ainda vai pagar uma taxa a mais, por que todo cartório cobra uma taxa de emolumentos em cima do apontamento. Estive hoje no Ministério Público e na Defensoria Pública para tentar encontrar meios de reverter essa cobrança abusiva e buscar a preservação dos direitos dos consumidores”, explicou.
O vereador ressalta que as principais reclamações apresentadas pelos munícipes se referem ao protesto em cartório, sem que tenham sido previamente notificados. “Uma concessionária de energia tem uma arma fortíssima contra inadimplência, o corte do fornecimento. Não precisa de mais armas, se o consumidor atrasou a conta presume-se que está com dificuldades de renda, pois por cima disso a Elektro faz questão de prejudicá-lo ainda mais, extraindo mais dinheiro para pagar um “cancelamento” e custas que podem chegar a 50% ou mais do valor da conta. É poder excessivo, é poder abusivo, essa ação da Elektro é um fato gravíssimo, pode fazer o consumidor perder o crédito, o emprego, um novo trabalho, não é algo banal, não é apenas um incômodo, é muito mais que um simples aborrecimento, pode arruinar a vida econômica do consumidor, hoje já tão difícil. É impressionante a leviandade da Elektro em agir como se o consumidor fosse um inimigo a combater”, finaliza Vander Lopes.