Últimas Notícias

Reunião sobre Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos, Educação Ambiental e Saneamento Básico de Juquiá






No dia 11 de fevereiro a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente realizou reunião com Associação Paulista de Gestores Ambientais no Bosque municipal, a entidade é quem está elaborando o plano municipal de resíduos sólidos, de educação ambiental e de saneamento básico. 

Reunião sobre Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos, Educação Ambiental e Saneamento Básico de Juquiá
Reunião sobre Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos, Educação Ambiental e Saneamento Básico de Juquiá 


Além do secretário municipal Rafael Guimarães, também participaram da reunião realizada no Parque Municipal – “Bosque”, Ângela Martins Gestora Ambiental e Técnica da Apgam (Associação Paulista de Gestores Ambientais) e a bióloga Sônia Castanho, chefe de políticas agrícolas ambientais. 

Segundo o secretário, os planos municipais vão estar organizando o futuro do município a cerca do tema, no saneamento fazendo a revisão. O município tem o compromisso de estar inserindo dentro dessa revisão, condições legais, viáveis e possíveis para estar melhorando a execução daquilo que é obrigação do município para com o saneamento e a universalização do saneamento básico em todo o território do município. 

Pela primeira vez o município realiza esta ação com referência a resíduos sólidos, desta forma, a elaboração faz parte de uma obrigatoriedade que a política nacional exige, - “O primeiro impacto nós estamos adimplente com a legislação federal, todas as cidades do país necessitam aprovar, até o dia 31 de dezembro deste ano, os Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB), conforme os princípios e as diretrizes da Lei Federal 11.445, de 5 de janeiro de 2007, e o Decreto nº 7 127, de 21 de junho de 2010, que regulamentam a lei que institui a Política Nacional para o Saneamento Básico no País. O segundo passo é fazer com que esse plano seja o mais próximo da nossa realidade e possa colocar a frente os objetivos que temos, e de uma maneira ordenada executar e criar programas específicos, dentro de tudo que tange os resíduos sólidos, explicou Rafael Guimarães. 

O Plano Municipal de Educação Ambiental (PMEA), é um adendo a mais do município e a formalização de todas as políticas que a prefeitura já vem executando dentro desse âmbito, que é educação ambiental, tornando o tema que é transversal dentro de todas faixas etárias e todos as unidades escolares, tanto as municipais quanto as estaduais e particulares, e dentro desse plano de educação ambiental construir as políticas futuras. De acordo com os especialistas, uma das coisas interessantes, será um cronograma de ações durante 10 anos no município, no que diz respeito a educação ambiental, através deste cronograma o município irá investir cerca de 10 mil reais em educação ambiental.