Últimas Notícias

IPEC alerta para riscos de acidentes com pipas e aves marinhas

Ilha Comprida - Nesta época de temporada e férias escolares, é comum adultos e crianças se reunirem em diversos pontos da região para brincar de empinar pipas.








Ilha Comprida - Nesta época de temporada e férias escolares, é comum adultos e crianças se reunirem em diversos pontos da região para brincar de empinar pipas. 

IPEC alerta para riscos de acidentes com pipas e aves marinhas
IPEC alerta para riscos de acidentes com pipas e aves marinhas 

Nos últimos dias, o IPEC recebeu diversos acionamentos relacionados a fragatas machucadas. Ao serem encaminhadas ao Centro de Reabilitação, os exames veterinários diagnosticaram diversos traumas nas asas, causados pelas linhas dessas pipas. 

Fragatas são aves marinhas que vivem no litoral da região e geralmente são encontradas sobrevoando praias e estuários em busca de peixes para se alimentar. Infelizmente, o animal das fotos veio à óbito devido à fratura e a perda de sangue. O IPEC solicita que a população local e os turistas sejam os principais protetores do meio ambiente, e procurem não empinar pipas em locais próximo a esses animais, para evitar acidentes. 

O monitoramento, resgate e reabilitação de animais marinhos são algumas das atividades realizadas pelo IPEC dentro do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), que é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos mortos. O número de contato da equipe de resgate do Centro de Reabilitação do IPeC é o 0800.642.3341.