Últimas Notícias

Colônia Katsura de Iguape






Encerrou-se domingo, 11 de novembro, o IV Katsura Matsuri, realizado sábado e domingo no Centro de Eventos e que celebrou os 105 anos da , a primeira colônia japonesa do Brasil.

Colônia Katsura de Iguape
Colônia Katsura de Iguape


Numa parceria entre a Prefeitura de Iguape e a Associação Cultural Nipo-Brasileira de Iguape, centenas de pessoas puderam vivenciar um pouco da cultura japonesa com apresentações musicais, exposições e culinária durante os dois dias de festa.

Os festejos do Katsura Matsuri começaram com o centenário da imigração. Iguape detém o título de “Berço da Colonização Japonesa no Brasil”, conforme a Lei Federal nº 11.642, de 11 de janeiro de 2008.

No sábado, 10, a programação teve início com a Banda Municipal Maestro Aquilino Jarbas de Carvalho, seguida de uma homenagem aos “Filhos de Katsura”, quais sejam, os filhos dos primeiros imigrantes que chegaram ao bairro do Jipovura de Iguape em 1913. Os homenageados receberam certificado e o livro “Se o Grão de Arroz Não Morre”, que narra a saga da colonização japonesa na região do Vale do Ribeira.

As atrações continuaram com as apresentações dos grupos da ACNBI de canto, karaokê, dança e karatê. De Curitiba veio o grupo de Taiko “Ryukyu Koku Matsuri Daiko” e shows com o Grupo Todos Nós, Netto Pio e Ricardo Nakase.

No domingo, 11, a programação trouxe uma palestra sobre a história da colonização com o historiador Roberto Fortes, gincana de conhecimentos, uma nova apresentação do cantor Ricardo Nakase e o Ryukyu Koku Matsuri Daiko, além do Grupo Matsuri Dance e do cantor Takeshi Nishimura.

Ricardo Nakase, simpático cantor-ícone em festivais de cultura japonesa Brasil a fora e que pela primeira vez visitava Iguape, mostrou-se “contente pela oportunidade de conhecer uma cidade tão importante para a colonização”, e elogiou a organização do evento.A depender do sucesso da festa, muitos aniversários e edições do Katsura Matsuri serão ainda celebrados em Iguape. Merecidamente.