Últimas Notícias

Polícia Militar prende homem que estava aterrorizando as residências em Eldorado

Neste domingo (23/07), a Polícia Militar prendeu um homem, na cidade de Eldorado, apontado com autor de diversos roubos na cidade e tentar matar um morador durante um assalto. 

Polícia Militar prende homem que estava aterrorizando as residências em Eldorado


No ultimo sábado (22/07) o homem entrou em uma residência para roubar e ao encontrar com o proprietário o golpeou 6 vezes com facadas.

Os policiais militares receberam informações de que na noite de sábado (22/07) um indivíduo entrou em uma residência, no bairro Portal, armado com uma faca, para roubar, entretanto, durante o roubo se deparou com o proprietário dentro da residência e sem pensar partiu contra a vítima e o golpeou com 6 facadas fugindo sem levar nada. 












Após obter as informações de diversos roubos ocorridos recentemente na cidade e as características do autor, uma equipe da Polícia Militar conseguiu abordar T.S.F, autor dos roubos e da tentativa de latrocínio, com as roupas e uma mochila preta usadas no cometimento dos crimes. 

Na Delegacia 4 vítimas de roubos reconheceram o preso com sendo o autor dos roubos em suas casas. Diante dos fatos o homem foi preso em flagrante pelos crimes de roubo e tentativa de latrocínio sendo recolhida à Cadeia Pública onde permaneceu à disposição da justiça. 

A vítima esfaqueada passou por cirurgia e segue internada no Hospital Regional de Pariquera-Açu. 

O programa Vizinhança Solidária é um conjunto de ações que busca, por meio da prevenção primária, melhorar a segurança pública local, incentivando a vizinhança a adotar medidas capazes de prevenir delitos e colaborar com o policiamento. 

 Caso tenha conhecimento ou veja qualquer ação suspeita na residência de seus vizinhos, não hesite em denunciar. 

Basta ligar para os telefones 190, no Disque PM – 0800 0555 190 ou Disque Denúncia – 181. 

Pela internet, além do serviço Fale Conosco disponibilizado no site www.policiamilitar.sp.gov.br, há o Web Denúncia no site http://webdenuncia.org.br/

Não é necessário se identificar.