Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Campanha de vacinação contra gripe entra na última semana


Campanha de vacinação contra gripe entra na última semana




Vale do Ribeira imunizou 63,2 mil pessoas desde o início da campanha, e ainda precisa vacinar 9,9 mil até 15 de junho

         A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo alerta a população ainda não vacina contra a gripe para comparecer aos postos do Vale do Ribeira. Cerca de 9,9 mil pessoas que residem na região ainda precisam ser imunizadas durante a campanha.

Até o dia 15 de junho, conforme cronograma do Ministério da Saúde, as doses gratuitas continuam disponíveis na rede pública de saúde, para todos os grupos do público-alvo.

Em todo o Estado, a expectativa é vacinar 10,7 milhões de pessoas contra o vírus Influenza, o que corresponde à meta de 90% da população-alvo definida para a campanha. Até o momento, 8,5 milhões de paulistas foram vacinados em SP, portanto ainda é preciso vacinar pelo menos 2,2 milhões de pessoas. O alerta especial é para crianças e grávidas, que ainda apresentam cobertura vacinal de 47% e 50%, respectivamente.




Especificamente na região do Vale do Ribeira, das 73,2 mil de pessoas previstas na meta (de 90% da população-alvo), 63,2 mil já receberam as doses. O número abrange 27,7 mil idosos; 7,1 mil crianças; 1,7 mil gestantes, 400 puérperas (mães que tiveram filhos nos últimos 45 dias), entre outros.

       “Para esses grupos tomar a vacina é especialmente importante para evitar complicações futuras, como pneumonia e internações hospitalares”, afirma a diretora de Imunização da Secretaria, Helena Sato. “A vacina não provoca gripe em quem tomar a dose, já que é composta apenas de fragmentos do vírus que causam a devida proteção, mas são incapazes de causar a doença”, explica.

Segundo recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), a vacina de 2018 irá prevenir a população alvo contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B.

Conforme diretriz do Ministério da Saúde, somente casos de gripe grave, caracterizados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), independentemente do tipo, são de notificação obrigatória no Brasil. Em 2018, até o momento, foram notificados 458 casos de SRAG no Estado de São Paulo atribuíveis ao vírus Influenza, causador de gripes, e 71 óbitos. No ano de 2017, foram 1.021 casos e 200 óbitos.

A vacina contra gripe é produzida pelo Instituto Butantan, unidade vinculada à Secretaria, que neste ano disponibilizou 60 milhões de doses ao Ministério da Saúde para a realização da campanha em todo o Brasil.