Últimas Notícias

Reunião de Representantes Escolares, em Registro-SP, discute conjuntura política e preconceitos




Reunião de Representantes Escolares, em Registro-SP, discute conjuntura política e preconceitos


A inclusão das cidades de Cajati, Registro-SP e Mongaguá nas investigações da Operação Prato Feito fez parte das discussões da reunião que acontece bimestralmente, em Registro-SP.

"Temos que ter a consciência do papel do professor como transformador da sociedade...", reafirmou a coordenadora da APEOESP no Vale do Ribeira, professora Ana Cugler, durante a reunião dos representantes escolares, ocorrida no dia 15, na subsede, em Registro-SP, se referindo à participação dos professores nas mais diversas discussões que permeiam sua profissão e principalmente, na sociedade que está inserido.

Reunião de Representantes Escolares, em Registro-SP, discute conjuntura política e preconceitos

Na oportunidade, o grupo discute entre outros pontos, a análise das conjunturas nacional e municipal, com o envolvimento de cidades do Vale do Ribeira (Registro e Cajati) e Litoral Sul (Mongaguá) na Operação Prato Feito, da Polícia Federal. 







Os representantes escolares tiveram a oportunidade também de discutir a conjuntura política e tomar conhecimento de atividades, como o evento realizado em Eldorado, onde se discutiu os preconceitos e suas manifestações, com a participação de autoridades do Judiciário e membros da sociedade.

Presidindo a reunião, Ana Cugler informou sobre o ato ocorrido no dia 1 de Maio que marcou o Dia dos Trabalhadores, em São Paulo, que contou com a participação de membros da APEOESP Vale do Ribeira. “Tivemos um ato diferente de 1º. de Maio diferente em todo o Brasil (...). 

Se falou sobre condições de trabalho, sobre o trabalho digno, refletindo sobre as condições do trabalhador no dia a dia”, refletiu.

Campanha pela Qualidade da Educação – No dia 18 de Maio, ás 14h30, no vão do MASP, na Avenida Paulista, a categoria realiza assembleia onde será analisada a situação de negociação sobre o reajuste de 10,15% e tomará decisões sobre os novos passos dessas lutas. 

Já no dia 19, a partir das 14h30, na Avenida Paulista, haverá o lançamento da Campanha pela Qualidade da Educação e Contra a Privatização no Estado de São Paulo.