Últimas Notícias

CEI dos Uniformes e Alimentação Escolar inicia trabalhos em Registro-SP

CEI dos Uniformes e Alimentação Escolar inicia trabalhos em Registro-SP


Os vereadores que compõem a Comissão Especial de Inquérito (CEI), instituída para investigar possíveis irregularidades em contratos de uniforme escolar e alimentação escolar, Toon Adorno (presidente), Vander Lopes (relator) e Fabio Tatu (secretário), estiveram na manhã desta terça-feira (29/05), em reunião com a Secretária Municipal de Administração, Débora Goetz, protocolando os primeiros ofícios que solicitam a disponibilização de documentos sobre o assunto.

CEI dos Uniformes e Alimentação Escolar inicia trabalhos em Registro-SP

Os vereadores também oficiaram à Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Registro-SP, solicitando que o órgão acompanhe de perto o andamento na Justiça do processo relativo à ação da Polícia Federal e um posicionamento da entidade sobre o assunto. 

“Nós enxergamos a Ordem dos Advogados do Brasil como uma entidade que luta na defesa do regime democrático, no combate às injustiças e, sempre a porta voz da sociedade, sempre ativa nos momentos históricos vivenciados em nosso país e nosso Estado.




Sendo assim, decidimos protocolar este documento em nome de toda a população registrense, que clama para que as investigações sejam conduzidas de forma célere, responsável e justa, com a consequente punição aos malversadores do dinheiro público”, justificou o vereador Toon Adorno, presidente da CEI.


 *POLÍCIA FEDERAL* 


Logo após a ação da Polícia Federal no município, dia 14/05, os vereadores abriram uma Comissão Especial de Inquérito para apurar todos os procedimentos licitatórios, e os respectivos contratos, cujo objetivo é a contratação de empresas para o fornecimento de uniformes e alimentação escolar. 

A CEI terá o prazo 60 dias para concluir seus trabalhos.


As medidas tomadas pelos membros do Legislativo Registrense foram em resposta à Operação Prato Feito, deflagrada no último dia 9, e inclusão da Prefeitura de Registro-SP entre os municípios investigados pela Polícia Federal em parceria com a Controladoria Geral da União, para desarticular cinco grupos suspeitos de desviar recursos da União destinados à Educação.