Últimas Notícias

Profissionais da Educação de Juquiá se reúnem para debater a Base Nacional Comum Curricular.

Profissionais da Educação de Juquiá se reúnem para debater a Base Nacional Comum Curricular.

 “O “Dia D”, tem por objetivo promover uma discussão nacional sobre a estrutura e as competências da BNCC em todas as localidades do Brasil, envolvendo secretarias, escolas e comunidade escolar”.


Profissionais da Educação de Juquiá se reúnem para debater a Base Nacional Comum Curricular.

No dia 6 de março a Secretaria de Educação de Juquiá realizou o “Dia D”, Dia Nacional de Discussão sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O evento foi realizado no Centro de Formação Continuada dos Profissionais da Educação, localizado nas dependências da EMEIEF Professora Terezinha de Lordes Jaze. 

O objetivos da atividade, é promover uma discussão nacional sobre a estrutura e as competências da BNCC em todas as localidades do Brasil, envolvendo secretarias, escolas e comunidade escolar. Trata-se de uma aproximação ao texto homologado da BNCC, por meio de apresentações, atividades e dinâmicas propostas. 





O “Dia D”, teve um caráter formativo sobre o documento e ao mesmo tempo de engajamento dos profissionais da educação para a implementação que se inicia.

Apresentar a estrutura e as competências da BNCC à comunidade escolar, amplia o diálogo com as instituições e as pessoas responsáveis por sua implementação, gerando engajamento no processo de nova elaboração do currículo, além de estimular participação democrática ao longo do processo.

“A BNCC foi homologada em dezembro de 2017 e com isso iniciou-se o processo de implantação em todo o território nacional. 

Esta é uma fase longa e complexa, que envolve vários elementos e atores, e que exige um cuidado muito grande em seu planejamento. 

O “Dia D”é uma das várias etapas envolvidas para a implantação da Base e acredito ser uma das mais importantes, pois iremos clarificar aos professores o que realmente se pretende com a Base Nacional Comum Curricular. 

Os professores têm um papel chave no desenvolvimento e na prática da BNCC e eles irão fazer um bom trabalho se estiverem motivados e sentirem que realmente são parte do processo, que são fundamentais. 

Eles precisam sentir que estão por trás das mudanças. Então, é preciso ter em mente que a comunicação é essencial não apenas no sentido de instruir sobre a BNCC, mas principalmente no sentido de envolver, consultar, discutir, construir. 

Não se trata apenas de comunicar que a BNCC foi lançada. É preciso ter um processo contínuo de comunicação com os professores”, concluiu o Secretário Municipal de Educação e Cultura, Junior Cruz.